Mark Ruffalo volta a 'convocar' jovens brasileiros a retirarem o título de eleitor: 'Use seu poder'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Há 8 dias do prazo limite para tirar o título de eleitor, o ator Mark Ruffalo se manifestou nas redes sociais para incentivar que jovens brasileiros entre 16 e 17 anos tirem o título de eleitor e votem nas eleições deste ano. Pela segunda vez, nesta terça-feira, Ruffalo se dirigiu aos jovens do voto facultativo e pediu para que se alistassem e lembrou que faltam oito dias para o prazo limite para o alistamento.


"Olá amigos do Brasil! Se você tem 16 ou 17 anos, certifique-se de se registrar para votar antes do dia 4 de maio. O que acontece no Brasil importa para todos nós. Seu voto é seu poder. Use seu poder!", escreveu no tuíte em que cita o site do TSE.

Conhecido pela atuação como Hulk nos cinemas e indicado ao Oscar três vezes, o ator de Hollywood se manifestou pela primeira vez em março deste ano quando interagiu com a cantora Anitta e disse que os americanos só derrotaram Donald Trump por conta da participação dos jovens e incentivou que os brasileiros fizessem os mesmo.

Terceira via: Sem Tebet e Bivar, Doria adia encontro para negociar terceira via
“Em 2020, os americanos só derrotaram Donald Trump porque um número recorde de eleitores usou seus direitos democráticos, especialmente os jovens. Para derrotar Bolsonaro, brasileiros de 16 e 17 anos, devem se registrar para votar nas próximas eleições. Eles têm até 4 de maio para fazer isso”, disse à época.


De acordo com dados do TSE, de feveiro para março, o número de novos títulos entre jovens com título de eleitor aumentou 45%. Até o momento, 1,051 milhão de adolescentes estão habilitados para votar nas eleições de 2022.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos