Mark Zuckerberg ameaça demitir mais funcionários na Meta devido à crise

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Mark Zuckerberg ameaça demitir mais funcionários na Meta devido à crise
Mark Zuckerberg ameaça demitir mais funcionários na Meta devido à crise
  • Mark Zuckerberg disse na quarta-feira que espera reduzir a força de trabalho da Meta;

  • As ações da Meta caíram quase 8,5% no início das negociações em Wall Street na quinta-feira (28);

  • O lucro líquido também caiu 36% em relação ao trimestre anterior.

O CEO da Meta, Mark Zuckerberg, disse na quarta-feira (27) que espera reduzir a força de trabalho da Meta, controladora do Facebook e do Instagram, depois de anunciar o primeiro declínio na receita.

“Este é um período que exige mais intensidade e espero que façamos mais com menos recursos”, disse Zuckerberg a analistas.

O fundador do Facebook disse que, como o negócio de publicidade digital foi atingido, “as equipes vão encolher para que possamos transferir energia para outras áreas dentro da empresa”.

As ações da Meta caíram quase 8,5% no início das negociações em Wall Street na quinta-feira (28). A empresa, que também é dona do WhatsApp, registrou US$ 28,82 bilhões em receita no segundo trimestre, uma queda de 1% em relação ao mesmo período do ano passado.

Ficou aquém dos US$ 28,94 bilhões que analistas de Wall Street esperavam que a empresa gerasse em receita, segundo a CNBC. O lucro líquido também caiu 36% em relação ao trimestre anterior. A empresa registrou lucros de US$ 6,7 bilhões no segundo trimestre.

A empresa disse que os resultados decepcionantes se devem à “continuação do ambiente fraco de demanda por publicidade que experimentamos ao longo do segundo trimestre, que acreditamos estar sendo impulsionado por uma incerteza macroeconômica mais ampla”.

“Parece que entramos em uma crise econômica que terá um amplo impacto no negócio de publicidade digital”, disse Zuckerberg.

“Estamos diminuindo o ritmo de [nossos] investimentos e empurrando algumas despesas que ocorreriam no próximo ano ou dois para um cronograma um pouco mais longo,” finalizou ele.

O crescimento do Facebook foi prejudicado pelo TikTok, o aplicativo de compartilhamento de vídeo de propriedade da ByteDance que atraiu centenas de milhões de usuários em todo o mundo, principalmente entre os mais jovens.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos