Marketplace de NFTs OpenSea vai cortar 20% do pessoal

Por Elizabeth Howcroft e Lisa Pauline Mattackal

BENGALURU, Índia (Reuters) - O marketplace de tokens não-fungíveis (NFT) OpenSea anunciou nesta quinta-feira que vai cortar cerca de 20% de sua folha de pessoal para reduzir custos diante da prolongada queda no valor dos mercados de ativos digitais.

"A realidade é que enfrentamos uma combinação sem precedentes de queda nos mercados cripto e instabilidade macroeconômica e precisamos preparar a empresa para a possibilidade de uma crise prolongada", disse o presidente-executivo, Devin Finzer, no Twitter.

NFTs são representações digitais de propriedade de ativos físicos e que comumente se referem a obras de arte.

Maior marketplace de NFT, o OpenSea teve expansão explosiva em 2021, de carona na popularidade das criptomoedas, que criou um novo grupo de especuladores de ativos digitais.

Mas nos últimos meses os mercados de NFT desabaram diante do colapso nas cotações de criptomoedas e aversão a risco por parte dos investidores.

O volume de vendas de NFTs no OpenSea no blockchain ethereum despencou para 700 milhões de dólares em junho, ante 2,6 bilhões em maio e quase 5 bilhões no pico alcançado em janeiro.

Finzer disse que os cortes de pessoal vão permitir à OpenSea manter cinco anos de crescimento sob os atuais volumes e diversos cenários de crise.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos