Marquise desaba nos Jardins e mata adolescente de 17 anos em SP

Queda da marquise de prédio deixa uma pessoa morta e outra ferida na Rua Bela Cintra, em São Paulo (SP), nesta quinta-feira (14). (Foto: Willian Moreira/Futura Press)

Um adolescente de 17 anos morreu esmagado pela marquise que desabou de um prédio, nos Jardins, Zona Oeste da cidade de São Paulo, desabou na noite desta quarta-feira (13).

O Corpo de Bombeiros recebeu um chamado, por volta das 19h, para atender a ocorrência da queda da estrutura de um prédio residencial na Rua Bela Cintra. A marquise, de 15 metros de extensão, desabou e atingiu dois jovens que conversavam sob a estrutura.

Leia também

João Tess Portugal, que havia completado 18 anos no dia anterior, morava no prédio e teve um tornozelo quebrado e pequenas escoriações. Já Thiago Nery, de 17 anos, foi totalmente soterrado pelo concreto e morreu na hora. Ele não morava no edifício.

João Tess Portugal foi levado ao Hospital Sírio-Libanês, onde permanece internado. Os dois jovens eram alunos do 3º ano do Ensino Médio no Colégio Santa Cruz, que suspendeu as aulas nesta quinta-feira (14). Os pais do adolescente de 17 anos eram professores do colégio. Durante a noite, alunos e docentes se reuniram na escola, e fizeram homenagens e orações.

Thiago Nery, de 17 anos, conversava sob a marquise e morreu na hora. (Foto: Reprodução/Redes Sociais)

O coordenador da Defesa Civil de São Paulo, Marcos Santana, afirmou a marquise tinha infiltrações e sinais de manutenções antigas. O local onde a estrutura caiu foi interditado pela Defesa Civil. O edifício, segundo o órgão, foi construído há cerca de 40 anos. As imagens das câmeras de segurança do prédio registraram o momento da queda e já foram repassadas à Polícia Civil.