Marta recebe estátua de cera no Museu da Seleção Brasileira

Rainha Marta recebeu sua homenagem na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Foto: (Lucas Figueiredo/CBF)
Rainha Marta recebeu sua homenagem na sede da CBF, no Rio de Janeiro. Foto: (Lucas Figueiredo/CBF)

Produzida por mais de 25 artesãos de Londres, que também trabalham no Museu Madame Tussauds, a estátua que representa Marta, a Rainha do Futebol, foi inaugurada nesta quinta-feira no Museu da Seleção Brasileira, que fica localizado na sede da CBF, no Rio de Janeiro.

Pesando cerca de 30 quilos e em tamanho real, a obra de arte ficará colocada ao lado da estátua de Pelé, Rei do Futebol. A construção da estátua levou mais de um ano e contou com dicas e pedidos de Marta, que pediu alguns ajustes: "Eu a vi por inteiro hoje, mas eu vi o esboço antes. Quando eu vi, a bochecha estava um pouco maior então eu pedi para reduzir a bochecha. Eu acho que ficou legal, bacana. Eu mandei algumas fotos e a gente entrou em um consenso e a maioria decidiu por essa daqui".

Leia também:

Honrada com a homenagem, Marta ficou emocionada ao ver a estátua pronta pela primeira vez: "Fiquei bonita, mas o mais importante de tudo é a homenagem que é dada para a minha pessoa, mas em geral, ao futebol feminino. É um espaço que está cada vez mais incluso e a gente fica feliz que a Casa do Futebol Brasileiro está dando esse exemplo. Que meus pés não sejam os únicos na calçada da fama do Maracanã assim como essa estátua não seja a única".

Ao lado de Marta, na revelação da peça, estiveram a técnica da Seleção Feminina, Pia Sundhage, o presidente da CBF, Ednaldo Rodrigues, e Tite, comandante da Seleção Masculina.