Martha Rocha minimiza pesquisas e diz que vaga no segundo turno está indefinida

·1 minuto de leitura
Foto: Pedro Teixeira / Agência O Globo
Foto: Pedro Teixeira / Agência O Globo

A candidata do PDT à Prefeitura do Rio, Martha Rocha, minimizou o resultado da pesquisa Ibope divulgada na noite de ontem, que mostrou, pela primeira vez, a delegada atrás de Benedita da Silva (PT) na disputa. Ao chegar na seção de votação na manhã deste domingo em uma escola municipal da Tijuca, na Zona Norte, a pedetista afirmou que estava confiante de que irá para o segundo turno e que a eleição ainda está indefinida. Ela votou acompanhada do marido Eduardo Moreira.

— Recebi uma aceitação nas ruas a minha campanha, por isso as expectativas são as maiores e melhores de que vamos para o segundo turno. Há uma indefinição e uma profunda rejeição ao atual prefeito — disse.

As pesquisas divulgadas neste sábado, à véspera da eleição, mostraram uma disputa acirrada por uma vaga no segundo turno. No Datafolha, o atual prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) se descolou de Martha Rocha (PDT), que hoje está mais próxima de Benedita da Silva (PT). Já segundo o Ibope, Martha foi ultrapassado pela petista.

A delegada chegou a empatar numericamente com Crivella no fim de outubro, momento em que a pedetista figurava entre as menores taxas de rejeição do eleitorado, segundo as pesquisas. O crescimento, contudo, acabou estancado em meio a ataques de Paes, de Crivella e também a uma resistência de parte da esquerda ao voto útil na delegada.

Martha vai irá acompanhar a apuração dos votos na sede do PDT no Rio, na Praça Tiradentes, no Centro da capital.