Cadê o verão?! Massa de ar polar 'perdida' tem espantado calor de São Paulo

·2 min de leitura
Verão 'frio' tem causado estranhamento no início de 2022 no Brasil - Foto: Getty Images
Verão 'frio' tem causado estranhamento no início de 2022 no Brasil - Foto: Getty Images

O clima de chuvas e frio em pleno mês de janeiro, atípico para o verão paulista, tem sido causado pela mudança da trajetória de uma massa de ar polar. 

Em vez de seguir para o oceano Atlântico, após passar pelo Rio Grande do Sul e Santa Catarina, como costuma acontecer, a massa de ar frio se deslocou para o Sudeste. 

Esse desvio foi causado pela mudança de rota de outro fenômeno climático, chamado ZCAS (Zona de Convergência do Atlântico Sul), que carrega as nuvens de umidade vindas da região amazônica. 

Normalmente a ZCAS se desloca mais para o Nordeste, mas, dessa vez, as nuvens de umidade estacionaram mais para o sul, especificamente na região Sudeste. 

O meteorologista do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) Ernesto Alvin explica que essa alteração na rota das nuvens de umidade é a causa para o excesso de chuvas que têm castigado o estado de Minas Gerais desde o começo do ano. 

Influência do La Niña é determinante

A Zona de Convergência do Atlântico Sul é um fenômeno normal para esta época chuvosa do ano. A diferença é a intensidade do fenômeno, causada pela influência do La Niña, segundo o professor do Instituto de Energia e Ambiente da USP (Universidade de São Paulo) Pedro Luiz Cortês. "O agravamento é causado pelas mudanças climáticas", diz. 

Em dezembro, o mesmo fenômeno causou estragos no sul da Bahia devido à alta de precipitação. 

De acordo com o meteorologista do Inmet, o calor irá voltar para São Paulo e toda a região Sudeste a partir de quinta-feira (13), quando há previsão de aumento de até 10ºC na temperatura máxima. 

O forte calor e o clima úmido favorecem a formação de nuvens carregadas e pancadas de chuva no fim da tarde. 

A onda de altas temperaturas irá atingir também a região Sul do país, e o estado do Rio Grande do Sul já emitiu um alerta. 

De acordo com o Inmet, termômetros podem marcar até 45ºC no oeste do estado entre sexta-feira (14) e sábado (15). 

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos