Material escolar está mais caro; veja dicas para fugir dos altos preços

Letycia Cardoso e Patricia Valle
·5 minuto de leitura
Foto: Leo Martins / 30.12.2019

Todo início de ano, os pais saem à procura de novos materiais escolar e didático. Só que, desta vez, a situação é diferente: muitas escolas não vão começar um novo ano letivo, mas continuar o que foi interrompido pela pandemia. E as incertezas continuam: não há precisão sobre o retorno das aulas presenciais ou se o ensino continuará remoto. Com isso, a necessidade de compra de itens escolares mudou, e as vendas estão mais retraídas. Na contramão desse cenário, porém, os produtos tiveram incremento de preços.

Segundo dados da EBIT/Nielsen, as vendas de itens como agendas, apontadores, cadernos e canetas geraram um faturamento 9,3% maior do que o de dezembro e janeiro do ano anterior. Mas isso é um reflexo dos aumentos de preços dos produtos e não do volume de vendas, que está menor.

— A demanda está menor do que a do ano passado. A produção, em 2020, ficou 20% menor do que a de 2019. O retorno às aulas presenciais ocorrerão ao longo do semestre, e os pais não estão com pressa para comprar. Mas, como no ano passado teve aumento de preços das matérias-primas e de câmbio, tivemos que repassar um reajuste de 8% a 10% para os produtos nacionais e de cerca de 20% para os importados — afirma Ricardo Carrijo, da área de Relações Institucionais da Associação Brasileira de Fabricantes e Importadores de Artigos Escolares (ABFIAE).

Gilberto Braga, economista e professor do Ibmec/RJ, aconselha que, antes de comprar, os pais conversem com as escolas para saber se as aulas serão presenciais ou virtuais e qual o material que será necessário de imediato. Assim, será possível comprar o restante durante o ano, quando as coisas mudarem.

— Os livros didáticos, por exemplo, itens que representam o maior peso no bolso dos pais, devem ser comprados apenas quando houver a certeza do retorno das aulas presenciais, já que, nas aulas à distância, a maioria das escolas prepara um material próprio.

Para quem já tem uma lista de materiais a comprar e está com o orçamento apertado, o jeito é se planejar e pesquisar onde estão as melhores oportunidades.

— O ideal é se antecipar para garantir preços menores. Mas, se não for possível, a pesquisa é uma etapa básica para conseguir fazer qualquer economia. O custo pode variar bastante entre um local e outro, e o essencial é comparar os preços para garantir o menor custo — afirma Nathalia Dirani, gerente de Marketing da Serasa.

A internet pode ajudar na pesquisa de preços. Mas, se for comprar em uma loja física, melhor ir sem as crianças.

— Ao ir à papelaria ou à livraria, o ideal é não levar os pequenos para não ter que dividir a atenção nem ceder aos pedidos de produtos “da moda”, que podem ser bem mais caros — aconselha Nathalia Dirani.

Uma estratégia pode ser procurar por produtos de marcas próprias. Segundo a ABMAPRO (Associação Brasileira de Marcas Próprias), optar por produtos de marcas próprias pode render uma economia de até 25%, em média.

Para os alunos que vão continuar nas aulas virtuais, pode ser interessante investir nos itens tecnológicos que ajudarão no aprendizado.

— Se houver folga no orçamento, seria interessante reforçar a qualidade tecnológica dos recursos computacionais dos alunos, como a velocidade da internet, cadeira e mesa adequadas para aulas à distância e até fazer uma modernização nos componentes computador — afirma Gilberto Braga.

Lojas Americanas

A rede oferece condições especiais em artigos de papelaria, como a entrega rápida em até três horas, comprando das lojas físicas via site, app ou WhatsApp (21 40420321). Entre as ofertas, estão caderno universitário Office Basics ou School Basics de 80 folhas (R$ 7,99); lápis de cor School Basics com 24 cores (R$ 12,99); e borrachas personalizadas de objetos da School Basics, a partir de R$ 5,99. O kit completo da Faber-Castell com lápis, canetas, borracha e marca texto sai por R$ 19,99; e as tradicionais canetas Bic no kit de 3 canetas Bic Cristal + 1 lápis custam R$ 5,99.

Pagando com o app Ame Digital, os clientes podem ter cashback, ou seja, parte do dinheiro de volta em produtos selecionados. Nas lojas, é possível parcelar as compras com Ame em até 12 vezes sem juros.

Recreio Shopping

Na loja Puket, a Mochila Tubarão ou Unicórnio baixou de R$ 499,90 por R$ 399,90. O Recreio Shopping fica na Avenida das Américas 19.019, no Recreio dos Bandeirantes.

Shopping Boulevard

Na Bagaggio, a Mochila Toy Story ou Frozen é vendida a R$ 219,90; a lancheira com mesmo tema, a R$ 79,90; e o estojo, a R$ 29,90. O consumidor que optar por comprar o kit com os três itens leva vantagem, pagando apenas R$ 259,90.

Shopping Nova Iguaçu

Na loja da Baggagio, o kit com três peças (mochila, lancheira e estojo) é vendido a partir de R$ 159,90.

Kalunga

Pela internet, os cadernos universitários têm descontos progressivos. Se o consumidor comprar de três a cinco unidades com 160 folhas ou mais, recebe 10% de abatimento; de seis a dez, 15% de desconto; e a partir de 11, 20%. Os cadernos de 80 a 96 folhas também participam da promoção, com abatimentos que começam em 5%, chegando a 20%.

Além disso, mochilas com rodas dos desenhos Dragon Ball, Batman e Hotwheels são vendidos a partir de R$ 259 e têm frete grátis para o Rio de Janeiro e a Grande São Paulo.

Caçula

Na loja on-line, alguns produtos ficam mais baratos se o valor total da compra superar R$ 750. Nesse caso, uma mochila infantil de bolinhas, por exemplo, passa de R$ 15,99 para R$ 11,90; e um estojo jeans, de R$ 12,99 para R$ 9,90.

Para crianças menores, há opções de massinhas de modelar de variadas marcas, com preço de R$ 2,25 até R$ 14,99. O mesmo acontece com o giz de cera. As embalagens com 12 cores variam de R$ 2,49 a R$ 18,99.

Magalu

No e-commerce, é possível encontrar ofertas expressivas. Uma mochila infantil com rodinhas e tema Minnie, que custava R$ 172,14, pode ser comprada a R$ 89,90, enquanto uma lancheira términa infantiu baixou de R$ 62,46 para R$ 39,90. Além disso, cadernos universitários de 200 folhas, com capa dura, da marca Jandaia Stella, podem ser encontrados por R$ 10,98.