Matheus Fernandes marca shows na Europa e fala sobre sucesso do hit 'Baby me atende': 'Mudou minha vida'

·3 min de leitura

Matheus Fernandes não imaginava a proporção que “Baby me atende” poderia tomar. Mas desde que ouviu a música pela primeira vez, sentiu “uma energia muito forte”, como ele mesmo descreve. Aos 30 anos, o cantor cearense conquistou lugar cativo no ranking de músicas mais ouvidas do país no Spotify e já tem até turnê marcada na Europa para o final deste mês. Ele conta que o hit com Dilsinho nasceu de forma inesperada e nem todo mundo gostou logo de cara:

— Escutei várias composições, mas não achei nada diferente. Aí tive a ideia de compor, liguei para uns amigos e nos encontramos meia noite de um domingo. Quando terminou, mandei para o meu empresário e ele disse “cara, essa música é meio estranha”, eu falei “também acho, mas confia em mim”.

Leia também:

A confiança deu certo. A música foi indicada a “Hit do ano” pelo Prêmio Multishow 2021, que acontece dia 8 de dezembro. Na mesma premiação, Matheus está entre os cotados na categoria “Experimente”, que reconhece artistas revelações do ano.

— “Baby me atende” me trouxe novos horizontes, mudou minha vida. Hoje são muitos sonhos acontecendo ao mesmo tempo.

O hit que Matheus canta com Ávine Vinny é outro grande sucesso atual. Estourada, principalmente, com a coreografia que viralizou no TikTok para o refrão “Late, coração cachorro, late, coração”, a música já fez Neymar, Deborah Secco e Fátima Bernardes dançarem. Até o cantor britânico James Blunt embarcou na brincadeira, mas escreveu que mandaria os dados da conta bancária, já que o famoso “uivo” da música cantada pelos cearenses foi inspirado em “Same Mistake”, do estrangeiro.

Confira também:

E Blunt não estava brincando: o britânico pediu parte da autoria de “Coração Cachorro”. De acordo com a Universal Music Publishing Brasil, que administra a editora Medalha, uma das empresas que cuida dos direitos dos seis autores da música, as partes entraram em acordo e o estrangeiro terá 20% da composição da obra. A assessoria de Matheus, que não é um dos compositores em questão, informou que ele não irá se pronunciar sobre o caso.

Depois de abraçar o país com dois hits seguidos, o cantor adianta que vem mais parceria inusitada em 2022:

— Vou gravar com alguém do trap e da música eletrônica. Vamos fazer uma mistura de forró com esses ritmos. Essa é a minha essência.

Veja também:

Se engana quem pensa que Matheus é novo na estrada. Há 10 anos, ele deixou o trabalho em uma agência de marketing político depois que ganhou um violão de um amigo. Do lançamento de seu primeiro clipe – gravado com equipamentos emprestados – até hoje, o cantor conta que conseguiu estabilidade na vida financeira.

— Não gosto de chorar miséria. Graças a Deus a minha carreira me trouxe uma paz. Não vou dizer que estou aposentado, rico, nada disso. Mas não posso falar que não estou muito bem porque seria um grande pecado — diz o artista, que já comprou um apartamento para morar com sua noiva, a modelo Tamiris Dias, com quem está junto há 11 anos: — Em setembro do ano que vem vou conseguir fazer um casamento bem legal, do jeitinho que ela merece mesmo.

Leia também:

O cantor diz que apesar da agenda cheia de compromissos de ambos, o casal arruma sempre um jeito de estar junto. A paternidade é definida como “o maior sonho de vida” do cearense, mas a vontade vai ter que esperar um pouquinho.

— Só daqui há uns anos. Queremos aproveitar esse momento primeiro, o casamento, a casa nova.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos