Matheus Pichonelli: Bolsonaro perde a moral para falar sobre corrupção após denúncia de rachadinha

O colunista político do Yahoo! Notícias analisa a nova denúncia de rachadinha na família Bolsonaro. Desta vez, envolvendo o nome do presidente Jair Bolsonaro, citado por sua ex-cunhada, Andrea Siqueira Valle.

Na segunda-feira (5), o UOL revelou áudios que indicam que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), também estava envolvido na prática de corrupção quando era parlamentar.

A prática de rachadinha consiste em recolher parte dos salários dos funcionários do gabinete para si. No caso da família Bolsonaro, os assessores empregados não trabalhavam de verdade e funcionavam apenas como laranjas.

Os áudios revelados pela colunista Juliana Dal Piva são da ex-cunhada de Bolsonaro, Andrea Siqueira Valle, irmã de Ana Cristina Valle, ex-mulher de Jair e mãe de Jair Renan, o 04. Na gravação, Andrea revela que Bolsonaro demitiu o irmão dela, André Siqueira Valle, porque ele não queria devolver a quantia prometia ao então deputado. Esse seria o primeiro indício de que Bolsonaro estava pessoalmente envolvido.

Na mensagem de voz enviada por Andrea a um destinatário que não foi revelado, ela conta que Jair Bolsonaro demitiu André do gabinete porque ele não quis devolver ao então deputado o valor combinado, correspondente a quase 90% do salário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos