Matheus Pichonelli: Geração "Nem-Nem" engrossa lema que saída para o Brasil é pelo aeroporto

O colunista político Matheus Pichonelli analisa os dados do Atlas das Juventudes, divulgado pela FGV (Fundação Getúlio Vargas) Social. Nele, consta que 47% dos brasileiros entre 15 e 29 anos deixariam o país o mais rápido possível. Essa faixa etária também contempla o grupo chamado "Nem-Nem", daqueles que não trabalham e/ou não estudam, compreendendo 27% do grupo.

Enquanto em outros países essa composição demográfica com acúmulo de mão de obra resultou em riqueza e desenvolvimento, no Brasil o que têm se visto são desperdícios de talentos e oportunidades. Soma-se a agravamento da distância social entre ricos e pobres, acentuado pela pandemia da Covid-19.

Os dados dão força à figura de linguagem usada pelo então economista, deputado federal e ex-ministro Roberto Campos (1917 - 2001), de que uma das únicas "saídas para o Brasil é o aeroporto".

Acesse outros textos e análises políticas no blog do Matheus Pichonelli no Yahoo! Notícias

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos