Matheuzinho fala sobre comemoração com Andreas após gol do Flamengo: 'A gente é uma família'

·2 min de leitura


Após marcar o gol da vitória do Flamengo sobre o Ceará por 2 a 1 na última terça-feira, no Maracanã, pela 36ª rodada do Brasileiro, Matheuzinho puxou Andreas e o chamou para comemorar junto com a Nação. O camisa 18, vale lembrar, cometeu um erro na final da Libertadores, que culminou no gol feito por Deyverson, e foi criticado por parte dos torcedores. Assim, em entrevista à FlaTV, o lateral explicou o apoio dado ao companheiro e mostrou que o grupo está fechado com ele.

> Garantia do segundo lugar no Brasileirão pode abrir chance de título ao Fla

- Eu tenho uma amizade muito grande fora de campo com ele e com a família dele. É até chato de falar, infelizmente, aconteceu, mas não merecia o que aconteceu naquele lance. Eu queria mostrar para o Andreas que, independente de qualquer situação, vou estar com ele, tenho certeza que o grupo também vai estar com ele, assim como qualquer jogador - explicou Matheuzinho.

- Então, a gente é uma família. Acaba que passo mais tempo com eles do que com meus pais e meus parentes. Então, quis mostrar e ele que estou ali. Para o que precisar, estou ali. E o que for preciso para erguê-lo e levantá-lo o mais rápido possível, eu vou fazer - completou.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

Inclusive, após o vice na Libertadores, o Flamengo anunciou a saída do técnico Renato Gaúcho. Dessa forma, diante do Ceará, o time foi comandado por Mauricinho, que soma passagens pela divisões de base do clube. Matheuzinho, que é cria do Fla, não poupou elogios ao interino, falou sobre a importância dele para a carreira e destacou que ele é admirado por todo o grupo.

- Ele foi meu treinador desde quando cheguei ao Flamengo, no sub-20. Desde lá, nós criamos uma amizade muito boa tanto dentro quanto fora de campo. Ele é um cara por quem tenho muito respeito e admiro muito – não só eu como todos os jogadores. Ele é um cara que trabalha muito, é merecedor de tudo na vida dele aqui no Flamengo. Ganhou tudo, não é à toa, é um excelente treinador - disse Matheuzinho.

- Só tenho que agradecer a ele. Desde que cheguei ao Flamengo, ele me ajudou muito na questão de marcação porque todos sabem que, antes, eu jogava mais no ataque. Acabei vindo, há pouco tempo, mais para a lateral. Então, ele é um cara que tenho que agradecer muito não só hoje, mas sempre - concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos