MBL entra na Justiça contra Manu Gavassi por campanha antecipada para Lula durante show em Natal

O Movimento Brasil Livre (MBL) acionou, nesta segunda-feira, a Justiça contra a cantora e ex-BBB Manu Gavassi por campanha eleitoral antecipada. A decisão foi anunciada no perfil no Twitter do vereador de São Paulo Rubinho Nunes (União), que assinou a petição judicial com Amanda Vettorazzo, também coordenadora do MBL.

A ação foi motivada por um show feito pela cantora em Natal (RN), no sábado. O evento, classificado como um “showmício disfarçado” por Rubinho Nunes, teve a projeção de uma estrela branca sobre um fundo vermelho, em meio à apresentação de Manu Gavassi, o que foi interpretado pelos integrantes do MBL como uma propaganda antecipada para o ex-presidente Lula (PT), candidato ao Planalto.

Em seu perfil no Instagram, que tem 15,4 milhões de seguidores, Manu Gavassi publicou uma sequência de fotos do show — entre elas, um registro em que aparece a estrela branca e o fundo vermelho. Na legenda, indicou que a manifestação representou, de fato, seu posicionamento político.

“Tendo um claro posicionamento político laço no cabelo e bom senso crítico com vocês”, escreveu a artista.

Ainda no início deste mês, o MBL também havia processado a cantora e ex-BBB Juliette pelo mesmo motivo. Na ocasião, foi protocolada no Ministério Público Eleitoral (MPE) uma representação que alegava que Juliette beneficiou a pré-candidatura de Lula durante sua apresentação na cidade de Caruaru, no Agreste de Pernambuco.

Na ocasião, a cantora vibrou ao ouvir o público entoando o coro “Olê, olê, olá, Lula”. Ela também retirou o fone do retorno para escutar melhor a manifestação da plateia e, ao final, exaltou seu estado natal.

Na ação, Rubinho Nunes e Guto Zacarias (União), pré-candidato à Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp), também afirmaram que Juliette transformou sua apresentação em um showmício.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos