MBL testa Danilo Gentili em campanha para presidente e apresentador empata com Huck

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Danilo Gentili foi testado em pesquisa entre presidenciáveis para 2022 (Foto: Reprodução/SBT)
Danilo Gentili foi testado em pesquisa entre presidenciáveis para 2022 (Foto: Reprodução/SBT)
  • MBL encomendou pesquisa para testar o nome de Gentili como possível candidato à presidência

  • Apresentador do SBT marcou 4%, empatado com Luciano Huck, João Doria, Luiz Henrique Mandetta e Ciro Gomes

  • Gentili seria uma alternativa do movimento, que busca lideranças para migrarem para um mesmo partido

O Movimento Brasil Livre (MBL) cogita lançar Danilo Gentili como candidato à presidência da República em 2022 e, para isso, contratou uma pesquisa para testar o nome do apresentador. A informação é da coluna de Mônica Bergamo na Folha de S.Paulo.

Segundo a jornalista, Gentili apareceu com 4% das intenções de voto na pesquisa do Institutos de Pesquisa & Estratégia (IPE). O resultado deixa o apresentador do SBT empatado com seu colega de profissão Luciano Huck, além do governador de São Paulo, João Doria, do ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e de Ciro Gomes.

Leia também

O MBL vem tentando reunir lideranças para migrarem para um mesmo partido. Coordenador nacional do movimento, Renan Santos explicou à colunista que o nome de Gentili foi levantado após o surgimento de campanhas nas redes sociais para que o apresentador substituísse o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) em 2022.

As manifestações a favor de Gentili ganharam força quando a Câmara dos Deputados apresentou pedido de prisão contra o comunicador no Supremo Tribunal Federal (STF). Isso porque ele havia sugerido no Twitter, em fevereiro, que a população “entrasse na Câmara e socasse todo deputado” que discutia, na ocasião, a PEC da imunidade parlamentar.

Postagem de Gentili gerou polêmica em fevereiro - Foto: Reprodução/Twitter
Postagem de Gentili gerou polêmica em fevereiro - Foto: Reprodução/Twitter

“É uma coisa que está surgindo de baixo para cima, como aconteceu com o Bolsonaro em 2018. Resolvemos, então, ligar nosso radar”, declarou Renan. “Mas uma candidatura para valer mesmo depende dele (Gentili).”

Na última semana, um movimento chamado “Curitiba contra a corrupção” chegou a instalar um outdoor na capital paranaense sugerindo a candidatura de Gentili à presidência com Arthur do Val (Patriotas), de São Paulo, como vice.

Ideia de Gentili na presidência foi lançada por movimento curitibano - Foto: Reprodução
Ideia de Gentili na presidência foi lançada por movimento curitibano - Foto: Reprodução

Gentili promete "maior show de comédia política"

Sobre a possibilidade, segundo a coluna, o apresentador disse que “ganhar a eleição não seria divertido, mas participar dela, sim”. Ele prometeu “o maior show de comédia política que o país já viu” caso entre na campanha e garantiu que fará “piada sobre os políticos na cara deles”.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos