McGregor recebe convite para lutar por título mundial de boxe

Conor McGregor foi oferecido para lutar pelo título do peso meio-médio da IBO. Foto: Christian Bruna/POOL/AFP via Getty Images
Conor McGregor foi oferecido para lutar pelo título do peso meio-médio da IBO. Foto: Christian Bruna/POOL/AFP via Getty Images

Conor McGregor teve a chance, ainda que remota, de retornar ao boxe e lutar por um título mundial de boxe.

E tudo isso apesar do irlandês não voltar a competir, pelo menos por mais seis meses, já que está fora do banco de testes da Agência Antidoping dos Estados Unidos. Os boxeadores devem ser inscritos no programa de testes durante todo o ano por seis meses antes de competir, a menos que recebam uma isenção, embora tenham que dar dois resultados negativos antes de fazê-lo.

Leia também:

Além disso, McGregor está lesionado devido à fratura na perna que sofreu em sua última luta da trilogia com Dustin Poirier no UFC. Atualmente, o irlandês parece longe das questões esportivas, pois está no meio das filmagens do remake de Road House, algo que o mantém bastante ocupado e focado, como afirmou em suas redes sociais: "Não há ninguém em Hollywood com habilidades ou capacidade de fazer o que estou fazendo nos recordes de bilheteria do filme 'The Roadhouse'".

O boxe bateu na porta de Conor inesperadamente. O irlandês foi oferecido para lutar pelo título do peso meio-médio da IBO (International Boxing Organization) contra o compatriota Dennis Hogan, que Spike O'Sullivan também está ansioso para lutar.

Falando ao Irish-Boxing.com, o empresário de Hogan, Steve Scanlan, confirmou: "Estamos em contato com a equipe Spike e Conor. A equipe Spike moverá céus e terra para fazer essa luta, que é uma luta muito mais fácil de fazer, mas estamos trabalhando em tudo."

Scanlan vê como difícil lutar contra McGregor, mas a possibilidade existe, "se não lutarmos com Conor, o que obviamente é um tiro no escuro, mas coisas mais loucas aconteceram, então vamos lutar 100% contra Spike na Irlanda", disse. Vale lembrar que McGregor tem contrato com o UFC, com quem teria mais duas lutas acertadas quando retornar.

Caso McGregor aceitasse essa oferta, voltaria a lutar boxe após seu confronto com Floyd Mayweather, no qual foi derrotado em 2017, o que também significou a desistência do americano.