MC Poze tem casa assaltada e é algemado pelos bandidos

·1 minuto de leitura

O funkeiro Marlon Brendon Coelho Couto da Silva, o MC Poze do Rodo, foi vítima, na manhã desta quarta-feira, de um assalto em sua residência, localizada no Recreio dos Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio. Três criminosos usando máscaras de proteção invadiram a casa, em um condomínio de luxo, e levaram joias e dinheiro. A informação foi confirmada pela advogada do artista, Sílvia de Oliveira Martins.

Durante o assalto, os bandidos algemaram o MC e renderam também a esposa do cantor e os filhos. Ninguém ficou ferido. Os criminosos conseguiram fugir.

Poucas horas após o crime, Poze do Rodo foi na 42ª DP (Recreio dos Bandeirantes) prestar depoimento, acompanhado da advogada. "Prestamos a queixa e os fatos estão sendo apurados. Quando cheguei na casa, junto ao meu marido, foi que tiramos as algemas", afirmou Sílvia de Oliveira Martins.

A defesa apresentou ainda, na delegacia, a algema usada pelos criminosos para prender o MC. Procurada, a Polícia Civil ainda não se manifestou sobre o caso.

Em julho deste ano, o MC Poze do Rodo foi denunciado, pelo Ministério Público Estadual (MPRJ), por associação ao tráfico. A defesa conseguiu a revogação do pedido de prisão preventiva. De acordo com o inquérito do MP, o funkeiro integra a maior facção criminosa do Rio.

O cantor chegou a ser preso, em setembro de 2019, no Mato Grosso, por apologia ao crime, corrupção de menores e tráfico de drogas. MC Poze tem 20 anos e é nascido na favela do Rodo, em Santa Cruz. Um dos seus hits 'Tô voando alto' tem mais de 60 milhões de visualizações no Youtube.