Mc Rebecca sofre racismo e desabafa: 'Não tenho direito de estar feliz com as conquistas'

A parceria entre Anitta, Lexa, Luisa Sonza e Mc Rebecca acaba de entrar no Top 100 de músicas mais ouvidas no Spotify no mundo. O feito transformou Rebecca na primeira artista brasileira negra a entrar na lista. A cantora celebrou nas redes sociais, mas logo precisou fazer um desabafo sobre as ofensas racistas que recebeu.

"A pesoa nem tem o direito de estar feliz com as próprias conquistas. Eu já fiquei um pouco triste. Eu não estou aqui para me gabar, ser melhor do que alguém, mas eu estou muito feliz por ser a primeira brasileira negra a estar no top 100 global (do Spotify). Hoje em dia, sofremos racismo camuflado, é preconceito o tempo inteiro. Então, as pessoas que estão indo comentar nas minhas publicações: 'ah, o problema está no preto que fala que sofre racismo', eu digo que o problema está no branco que não dá oportunidades para tanta gente negra talentosa", desabafou Rebecca.

A cantora não destacou os comentários ofensivos e deixou uma mensagem clara contra o preconceito.

"Eu nunca imaginei que chegaria aqui, mas vocês têm que entender que ainda tem muitas pessoas para chegar aqui. Não adianta colocar mensagens no meu Instagram para me ofender porque isso não vai me atingir e não vou mudar quem sou por causa de vocês".