MDB indica Renan, Jader e Rigotto para equipe de Lula no governo de transição

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 26.04.2022 - O presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP). (Foto: Antonio Molina/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 26.04.2022 - O presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP). (Foto: Antonio Molina/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - O presidente nacional do MDB, deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), anunciou nesta quarta-feira (9) novos nomes da legenda que vão integrar o governo de transição do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O MDB indicou para compor o Conselho Político da Transição os senadores Renan Calheiros (MDB-AL) e Jader Barbalho (MDB-PA).

Também foi indicado o ex-governador do Rio Grande do Sul Germano Rigotto (MDB), que vai atuar na área de indústria e comércio.

Rigotto foi o coordenador do plano de governo da presidenciável emedebista Simone Tebet, que terminou em terceiro lugar na disputa e depois se tornou importante nome da campanha de Lula no segundo turno.

A senadora emedebista Simone Tebet (MS) já havia sido confirmada pelo vice-presidente eleito Geraldo Ackmin como integrante da equipe de transição. Ela será uma das coordenadoras da área de assistência social.

O anúncio de Baleia Rossi foi feito em um post nas redes sociais. O parlamentar afirma que os nomes que integrarão o governo foram acertados em reunião com a presidente nacional do PT, a também deputada Gleisi Hoffmann (PT-PR).

"Conversei há pouco com a presidente Gleisi Hoffmann e acertamos os nomes indicados pelo MDB para a equipe de transição. Na linha do que discutimos, o MDB terá uma ação colaborativa e propositiva, com foco na solução de problemas urgentes", escreveu o parlamentar.