MEC divulga nova lista de cursos superiores com avaliação ruim

A Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior do Ministério da Educação publicou na edição desta terça-feira, 8, do “Diário Oficial da União” uma nova relação de cursos de graduação que obtiveram resultados insatisfatórios no Conceito Preliminar de Curso (CPC) em 2011.

Leia também:
Sisu já tem 471 mil candidatos inscritos, diz MEC
Mercadante nega vazamento e alteração de informações de candidatos no Sisu

A lista (veja aqui) tem 38 cursos de 20 instituições de ensino superior, sendo quatro universidades federais, cinco universidades particulares, quatro institutos federais e sete centros universitários. Em São Paulo, os cursos de Geografia e História da PUC e Arquitetura e Urbanismo da Mackenzie foram reprovados na avaliação.

Os vestibulares para todos os cursos mal avaliados não serão suspensos. No entanto, as instituições que organizam os cursos terão de cumprir medidas preventivas de ajustes para melhoria da avaliação destes cursos.

Todas as instituições que tiraram igual ou menor que 2 no CPC serão convocadas a estabelecer um protocolo de compromisso junto ao MEC e terão de gerar relatórios a cada dois meses sobre o andamento das mudanças.

Elas terão 60 dias para cumprir as exigências relacionadas ao corpo docente, como contratar novos mestres ou doutores, por exemplo; e 180 dias para se adequar na questão da infraestrutura, como criação ou reforma de laboratórios ou bibliotecas.

Avaliação


O CPC avalia o rendimento dos alunos, a infraestrutura e o corpo docente. Na nota, o desempenho dos estudantes conta 55% do total, enquanto a infraestrutura representa 15% e o corpo docente, 30%. Na nota dos docentes, a quantidade de mestres pesa em 15% do total; a dedicação integral, 7,5% e o número de doutores, também 7,5%.

Em 2011, foram avaliados 8.665 cursos, sendo 6.083 do sistema federal de ensino. Do total, 4.458 tiveram CPC satisfatório. Dos cursos avaliados, 672 tiveram CPC insatisfatório, sendo 124 federais e 548 particulares. Outros 1.114 cursos ficaram sem conceito.

Com informações do portal G1

Carregando...

YAHOO NOTÍCIAS NO FACEBOOK

Siga o Yahoo Notícias