Medalhista olímpica é atacada por 'sem-teto' nos Estados Unidos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Kim Glass atuou na decisão das Olímpiadas de Pequim em 2008, quando o Brasil conquistou o ouro. Foto: Cameron Spencer/Getty Images
Kim Glass atuou na decisão das Olímpiadas de Pequim em 2008, quando o Brasil conquistou o ouro. Foto: Cameron Spencer/Getty Images

Kim Glass, medalhista de prata com os Estados Unidos no vôlei nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008, foi atacada por um 'sem-teto' com uma barra de ferro nas ruas de Los Angeles.

O vídeo de Kim Glass sangrando e ferida na calçada foi gravado por Benson Parks, que conseguiu reter o homem responsável pelo ataque.

Leia também:

"Ele apenas olhou para mim com olhos de ódio. E quando me virei para dizer ao meu amigo: 'Acho que algo está errado com essa pessoa e acho que ele vai bater naquele carro', antes de me dar um golpe com uma grande barra de metal, como um cano, me atingiu bem aqui. Aconteceu muito rápido", explicou Kim Glass no TMZ Sports.

Kim Glass sofreu múltiplas fraturas faciais e precisou de vários pontos para fechar as feridas em seu rosto. "Sim, tenho múltiplas fraturas. Pareço um ET", brincou a atleta e modelo.

Apesar da lesão significativa no olho direito, os médicos acreditam que a estrela do vôlei de 36 anos não sofrerá nenhum problema de lesão.

Kim Glass reconheceu que seu desafio agora é viver sem medo em Los Angeles, cidade que sofre com diversos casos de crimes. Glass tem uma carreira onde defendeu diversos clubes e morou em países como a Rússia, Porto Rico, Turquia, República Tcheca, Azerbaijão, China e Brasil, onde em 2013 defendeu a equipe mineira do Praia Clube.

"Pessoal, fiquem seguros, há muitos doentes mentais por aí nessas ruas agora. Você não deveria ter medo quando anda, mas é verdade. Fique seguro, ok?", compartilhou a atleta em suas redes sociais.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos