Médica afastada por ofensas a pacientes na web pede perdão

Médica usou as redes sociais para criticar pacientes que iam à UPA procurar atendimento (Foto: Getty Images)
Médica usou as redes sociais para criticar pacientes que iam à UPA procurar atendimento (Foto: Getty Images)

Resumo da notícia

  • Depois de ofender pacientes nas redes sociais, médica pediu desculpas

  • Em comunicado, ela afirmou que tom foi inadequado, mas queria o bem dos pacientes

  • Mariana de Lima Alves foi afasta da UPA em que trabalha e está sendo investigada pelo CRM do Paraná

Afastada após ofender pacientes nas redes sociais, a médica Mariana de Lima Alves pediu desculpas pela postura que teve. A declaração foi feita ao portal Uol e ela assume que errou ao criticar pessoas que procuravam atendimento na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) em que ela trabalhava.

Ao mesmo tempo, a médica justificou que acredita que certos atendimentos deveriam ser feitos outros serviços médicos, nem sempre em UPAs.

“As mensagens foram escritas em desabafo em momento de estresse e cansaço”, declarou ao Uol. A médica disse ainda que ama a profissão que exerce, assim como o contato diário com os pacientes.

“Reconheço ter errado, especialmente pela forma como escrevi as mensagens, mas ressalto que a forma de indignação foi pensando no bem estar geral dos pacientes. Entendo que todos mereçam ótimo tratamento e foi assim que sempre agi, porém, sempre me preocupei que pessoas com sintomas que deveriam ser tratados em UBS e serviços ambulatoriais pudesses causar filas que gerassem risco ao atendimento de pessoas em situações de urgência/emergência.”

Mariana foi afastada da UPA em que trabalhava, na cidade de Almirante Tamandaré, no Paraná, e também está sendo investigada pelo Conselho Regional de Medicina do Paraná pelas postagens nas redes sociais.

Relembre o caso

No último sábado (21), a postagem da médica xingando um paciente, não identificado no texto, viralizou nas redes sociais. Na publicação, ela criticou uma pessoa que procurou o pronto-socorro por causa de uma infecção urinária.

"Tem que ser muito FILHA DE UMA **** pra vir 1 da manhã no pronto-socorro por conta de infecção urinária viu. Não tem outra expressão pra descrever", escreve a médica na internet.

Após repercussão negativa da postagem, por meio de nota, a prefeitura lamentou o ocorrido e disse que a conduta da médica é diferente das publicações.

"Segundo os colegas, [a médica] sempre atendeu todos os pacientes com muito respeito e simpatia, sem reclamações por parte da população. Não tínhamos conhecimento destas publicações até o momento".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos