Médica grávida de oito meses morre de Covid-19; parto de emergência salva bebê

Redação Notícias
·2 minuto de leitura
Médica morreu na última terça-feira - Foto: Arquivo Pessoal
Médica morreu na última terça-feira - Foto: Arquivo Pessoal
  • Cibele tinha 38 anos e estava grávida de oito meses

  • Ela sentiu-se mal no fim de semana e foi internada na última segunda

  • Uma cirurgia de emergência salvou seu bebê, que foi transferido para Goiânia

A médica Cibele Bento Rodrigues, de 38 anos, tornou-se mais uma das mais de 336 mil vítimas fatais da Covid-19 no Brasil. Grávida de oito meses, ela morreu na última terça-feira, em Mato Grosso. Seu bebê foi salvo.

Segundo informações do G1, o caso aconteceu em Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá. Cibele começou a sentir-se mal no último fim de semana e tossia muito, o que a fez procurar atendimento médico e ser internada na última segunda.

Leia também

Seu quadro deteriorou-se rapidamente. A médica sofreu uma parada cardíaca e precisou ser intubada, mas não resistiu. Não foi informado se ela tinha qualquer tipo de comorbidade.

Com a morte de Cibele, os médicos concentraram os esforços na tentativa de salvar o bebê. Uma cirurgia emergencial foi feita, e o menino sobreviveu. Ele foi transferido em uma UTI aérea para Goiânia.

O pai da médica, José Rodrigues Neto, ex-verador na região, também testou positivo para Covid-19, assim como sua esposa, a cunhada de Cibele e os dois sobrinhos.

Mato Grosso teve mais de oito mil mortos

Até a última terça-feira, o estado registrou 319.978 casos e 8.234 mortos pela Covid-19. Apenas nas últimas 24 horas, foram 107 óbitos e 2.724 novos casos.

Brasil quebra recorde e ultrapassa quatro mil mortos em 24h

O Brasil registrou 4.195 novas mortes pelo novo coronavírus e 86.979 casos da doença nesta terça (6). Com isso, o total de mortos chegou a 336.947 e o de casos a 13.100.580, de acordo com o painel atualizado pelo Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde), um sistema próprio de informações que reúne dados de contaminados e de óbitos em contagem paralela à do governo.

Brasil quebrou recorde de mortos por Covid-19 na última terça-feira (AP Photo/Eraldo Peres)
Brasil quebrou recorde de mortos por Covid-19 na última terça-feira (AP Photo/Eraldo Peres)

É a primeira vez que o Brasil registrou mais de 4 mil mortes em um único dia. Até o momento, o país tinha seis dias com mais de 3 mil mortes, cinco deles em março deste ano e um já em abril. O antigo recorde tinha sido registrado em 31 de março, com 3.869.