Médico de Bolsonaro acredita que nova cirurgia provavelmente não será necessária

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Cirurgião Antonio Luiz Macedo (à direita) posa ao lado de Jair Bolsonaro (sem partido) - Foto: Twitter/Reprodução
Cirurgião Antonio Luiz Macedo (à direita) posa ao lado de Jair Bolsonaro, em outra ocasião em que o presidente foi internado - Foto: Twitter/Reprodução
  • Antônio Luiz Macedo, médico de Bolsonaro, acredita que não será preciso fazer nova cirurgia

  • Presidente da República foi diagnosticado com suboclusão intestinal

  • Macedo está nas Bahamas e voltará nesta segunda para acompanhar tratamento do presidente

Responsável pelo tratamento de Jair Bolsonaro (PL), o médico Antônio Luiz Macedo acredita que não será necessário submeter o presidente a uma nova intervenção cirúrgica. Bolsonaro foi diagnosticado com uma suboclusão intestinal.

“Provavelmente, não será necessário cirurgia. O quadro é semelhante ao da última vez”, declarou Macedo em entrevista à Folha de S. Paulo. A conclusão tem base em relatos de colegas e resultados de exames aos quais o presidente foi submetido ao longo do dia.

O médico ainda não esteve com Jair Bolsonaro: ele estava nas Bahamas, onde passava férias, e voltará ainda nesta segunda (3) ao Brasil, em avião fretado. Por isso, as conclusões finais de Macedo só serão possíveis quando ele conseguir retornar ao país.

Nas redes sociais, o próprio presidente falou na possibilidade de uma nova cirurgia. "Comecei a passar mal após o almoço de domingo. Cheguei ao hospital às 03h00 de hoje. Me colocaram sonda nasogástrica. Mais exames serão feitos para possível cirurgia de obstrução interna na região abdominal", escreveu.

Em nota, a Secretaria Especial de Comunicação Social (SECOM) afirmou que Bolsonaro sentiu um "desconforto abdominal" e, ainda hoje, passará por exames. "A Secom informa, ainda, que o Presidente passa bem e que mais detalhes serão divulgados posteriormente, após atualização do boletim médico."

O hospital Vila Nova Star, onde Bolsonaro está internado, também divulgou um boletim médico sobre o estado de saúde do presidente. Segundo a equipe média, Bolsonaro "deu entrada na unidade na madrugada desta segunda-feira, devido a um quadro de suboclusão intestinal". Os médicos afirmam que Jair Bolsonaro está estável, em tratamento e será reavaliado ao longo na manhã pela equipe do Dr. Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo. No momento, o presidente Jair Bolsonaro não tem previsão de alta.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos