Meia da seleção de Gales, David Brooks anuncia pausa na carreira após diagnóstico de câncer

·1 minuto de leitura

Notícia triste para o futebol britânico. O meia David Brooks, do Bournemouth anunciou que se afastará dos gramados para o tratamento de um linfoma de Hodgkins, um câncer no sistema linfático, parte do sistema imunológico. O diagnóstico foi feito em consulta com a equipe médica da seleção de Gales.

Segundo comunicado do jogador de 24 anos por meio da seleção do país, a doença foi descoberta já no estágio 2, mas os prognósticos são positivos. Brooks estava com a equipe para as partidas pelas eliminatórias europeias para a Copa do Mundo. O tratamento começa na próxima semana.

"Ainda que a notícia tenha sido um choque para mim e para minha família, o prognóstico é positivo e estou confiante de que me recuperarei plenamente e voltarei a atuar o mais cedo possível", diz Brooks. O jogador agradece a médicos, enfermeiros, à equipe de Gales e aos torcedores do Bournemouth pelo apoio.

"Embora eu aprecie que haja atenção da mídia e interesse, peço que minha privacidade seja respeitada nos próximos meses. Compartilharei atualizações do meu progresso assim que puder", prometeu o jovem jogador.

Brooks foi revelado pelo Sheffield United, e atua pelo Bournemouth desde 2018. Ele tem 91 jogos e 17 gols marcados por sua atual equipe. Em Gales, fez 21 partidas e marcou dois gols. O jovem fez parte do elenco que disputou a última Eurocopa.

"Obrigado atodos pelas mensagens de apoio. Significam muito e continuarão significando nos próximos meses. Não vejo a hora de ver todos vocês de novo a jogar o esporte que eu amo em breve", encerra o comunicado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos