Mel Maia minimiza comparação com Chiara, de Jade Picon: "Não estou acompanhando"

Atriz de 18 anos viverá influencer de elite em "Vai na Fé"

Mel Maia em
Mel Maia em "Vai na Fé" e Jade Picon em "Travessia". Foto: João Miguel Júnior/Estevam Avellar/Globo

Resumo da notícia:

  • Mel Maia diz não acompanhar personagem de Jade Picon em "Travessia"

  • Atriz viverá influencer rica em "Vai na Fé" assim como a ex-BBB na trama das nove

  • Jovem se inspirou em personagem de "Elite" e espera ditar tendências ao público

Mel Maia está de volta às novelas da TV Globo com uma personagem que conversa diretamente com sua vida fora dos estúdios: a rotina de influencer digital. A atriz de 18 anos interpreta a arrogante Guiga, apelido de Guilhermina, em "Vai na Fé", próxima novela das sete, com estreia em 16 de janeiro.

Além da semelhança com a própria intérprete, o papel também pode ser comparado com a jovem Chiara, vivida por Jade Picon em "Travessia". Ambas são jovens, de classe média alta, fashionistas e vidradas na internet. No entanto, Mel não se vê apta a avaliar semelhanças entre as personagens.

Em entrevista coletiva realizada na manhã desta sexta-feira (6), a intérprete de Guiga minimiza comparações por não ser espectadora da trama de Gloria Perez. “Não estou acompanhando muito 'Travessia' e essa personagem também não. De personalidade, eu não sei muito se a gente tem alguma coisa em comum, porque eu realmente não estou acompanhando", declara ao dizer que analisou alguns registros nas redes sociais. “Eu vi muitas fotos e acho que o nosso estilo é bem parecido", completa.

No mesmo evento, Rosane Svartman, autora da novela, pontua a semelhança no fato de retratarem uma realidade atual, mas defende a distinção de enredo entre Chiara e Guiga. Inclusive, a personagem de Mel Maia é estudante de Direito, além da carreira nas redes, onde destilará seu veneno entre os universitários bolsistas.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Todas as novelas que tratam de atualidades e tem temas contemporâneos vão ter características de personagens que tem a ver, que parecem à primeira vista", aponta ao contar que já havia escrito alguns capítulos quando "Travessia" foi ao ar. "Acho que são personagens bem diferentes com trajetórias e abordagens bem diferentes", opina.

A escritora também destaca a versatilidade de Mel Maia, que atua desde a infância e encantou o público em "Avenida Brasil", aos 8 anos. “O que eu acho muito bacana da personagem que a Mel faz é de ir pro humor para a emoção de forma muito natural”, conclui.

Treta indireta

Vale pontuar que as comparações ganharam força quando Mel Maia se juntou ao time de artistas que alfinetaram indiretamente a escalação de Jade Picon para "Travessia". Sem formação como atriz, a ex-BBB foi bastante criticada por estrear com um papel de destaque em uma novela das nove e não se livrou da opinião de Mel.

Dias após a estreia da novela de Gloria Perez, a atriz deu a entender que a estreante não está convencendo o público com o papel de Chiara. "Desejo tudo de bom para ela! Mas só quem entende de atuação de verdade vê que... né?!", comentou em um vídeo com cenas de Jade em ação.

Sem citar nomes, Jade usou o Twitter para deixar um recado enigmático e evitar o confronto direto entre as atrizes. "Queria que vocês soubessem que eu estou aprendendo e que vocês nunca vão me ver publicamente desvalorizando o esforço de outra mulher", publicou.

Identificação com o papel

Com mais de 17 milhões de seguidores no Instagram, Mel Maia despontou nas redes sociais no final da adolescência ao assumir a carreira dupla de influencer e atriz. Questionada sobre a identificação com Guiga, a atriz confirma a influência de sua vida na construção do papel.

“O ponto principal que a gente tem em comum é o lance das redes sociais. Eu sou atriz influente e ela é influenciadora digital. Estou muito familiarizada com esse meio. Desde que eu comecei como atriz, novinha, as redes sociais já estavam na minha vida", analisa.

Ela ainda ressalta que começou a trabalhar oficialmente como influenciadora na pandemia, o que gerou muito aprendizados embora tenha a atuação como prioridade. "Não sou expert nesse assunto de influenciadora digital, me dou bem melhor com meu trabalho de coração que é ser atriz", confessa.

"Mas gravo muitos stories, faço publis, igualzinha a Guiga. A gente tem muito esse lance em comum de levar os amigos no japonês que tem permuta, aí ninguém come, porque tem que fazer os stories primeiro. Isso eu faço muito na minha vida", reflete ao citar parcerias com restaurantes, lojas de roupas e maquiagens.

Inspiração em outra personagem

Além da própria vida, Mel Maia também bebeu de outras fontes de inspiração para endossar a personalidade da personagem e cita um nome de "Elite", série adolescente espanhola da Netflix, como base de Guiga.

“Quando a novela for estrear, todo mundo vai reparar que ela tem a personalidade de várias personagens”, afirma. “Ela tem muito a ver com uma atriz da série 'Elite' que usa arquinho, bem patricinha... Lucrecia! Ela tem muito da Lucrecia. A personagem que a gente ama odiar", adianta. "Uma personalidade forte com lados bons e ruins", completa.

Danna Paola como Lucrecia em
Danna Paola como Lucrecia em "Elite" (inspiração de Mel Maia). Foto: Divulgação/Netflix

Vai definir tendência?

A atriz ainda garante que Guiga deve ditar moda com sua proximidade com o mundo fashion. “Falando em acessórios, roupas, acho que o estilo dela todo vai virar tendência. Não que já não seja junção de tudo que é tendência”, declara.

Ela também aposta que o comportamento da jovem riquinha deve conquistar os espectadores. “O jeito que ela fala é muito engraçado porque ela é completamente diferente na vida do que ela é nas redes sociais. Tudo o que ela fala vai cair na boca do povo”, conclui.