Melhor avaliado, Rodrigo Muniz ganha pontos no Flamengo e deve somar minutos com Rogério Ceni

Marcello Neves
·1 minuto de leitura

Cinco gols em cinco jogos. Os números de Rodrigo Muniz são a principal carta de apresentação para ganhar espaço no Flamengo. Artilheiro desta edição do Campeonaro Carioca, o atacante tem aproveitado as oportunidades neste início de temporada e está chamando a atenção da comissão técnica e de Rogério Ceni. Na avaliação interna, ele é quem melhor está se destacando em campo e a tendência é que ganhe oportunidades ao lado do elenco principal.

Ceni havia elogiado Muniz na reta final do Brasileiro ao afirmar que ele "cumpre bem a recomposição defensiva", mas agora o atacante chama atenção pelas características ofensivas. Ao todo, precisa de 70 minutos para balançar as redes, sendo o jogador com melhor média do torneio até aqui. Taticamente, a mobilidade e força física também estão sendo bem vistas — o lance que causou a expulsão de Kanu, do Botafogo, no clássico da ultima quarta-feira, é exemplo.

Além de Muniz, os nomes do lateral-direito Matheuzinho, do zagueiro Bruno Viana e do volante João Gomes estão sendo bem avaliados neste início de Estadual. Entende-se que a ideia de colocar uma equipe mista nestas primeiras rodadas cumpriu o objetivo de desenvolver os atletas da base e adaptar o reforço que foi contratado.

O elenco alternativo do Flamengo tem compromisso marcado diante do Boavista, no sábado, em Bacaxá, no que deve ser o último antes do retorno do elenco principal, que se reapresenta na próxima segunda-feira. A tendência é que Muniz ganhe alguns minutos ao lado dos principais jogadores.

Também pesa a favor do atacante a lesão sofrida por Pedro, que está sendo avaiado pelo departamento médico. De terceira opção, pula no mínima para a segunda com Gabigol sendo o titular absoluto. Ao menos, Rogério Ceni sabe que não faltam opções no elenco.