Melhor destino para pessoas LGBTQIA+ viajarem na América Latina está no Brasil

O Rio Grande do Norte é melhor pontuado que cidades da América Latina, Estados Unidos e Espanha

At low tide, view of the sand dune at Ponta Negra with reflection on the water.   Overcast skies.   Natal, Rio Grande do Norte, Brazil (Brasil).   Boats and resorts on beach and on the hill.
Ponta Negra, na costa de Natal, no Rio Grande do Norte (foto: Getty Creative)

 

Resumo da Notícia:

  • Rio Grande do Norte é o melhor destino para pessoas LGBTQIA+

  • O Estado ficou a frente de outros destinos pelo Prêmio Viaja BI!

  • O local é melhor pontuado que cidades da América Latina, Estados Unidos e Espanha

Viajar é um ponto muito sensível para pessoas LGBTQIA+ e conhecer a fundo seu destino, além dos pontos turísticos, é uma necessidade e um estado brasileiro ganhou um prêmio de Melhor Destino da América Latina.

Em uma escolha do Prêmio Viaja Bi!, o Rio Grande do Norte ficou entre os três melhores destinos do mundo, ao lado lugares já consolidados para o segmento, como Espanha e Estados Unidos. Depois do estado nordestino, estão Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Bahia e São Paulo.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Países da América do Sul como Argentina e Colômbia também foram listados.

“O fato de o Rio Grande do Norte ter crescido na preferência e projeção neste segmento reflete o trabalho realizado com base em inteligência comercial, que nos permite planejar e definir estrategicamente nossas ações de mercado. Por exemplo, o público LGBTQIA+ sempre esteve em nosso radar pelo poder de consumo que esses viajantes tem no destino”, explica o diretor-presidente da Emprotur, Bruno Reis.

Desde 2020, ações promocionais e de divulgação para o segmento estão sendo realizadas com parceiros como o Preserve Pipa e o Pipa Convention. O RN também esteve presente em diversos eventos - nacionais e internacionais - voltados para o segmento. Em 2022, tornou-se membro da Associação Internacional de Turismo LGBTQIA + (IGLTA), participando da convenção global, em Milão.