Melhor do clássico, Walter teve oferta do Palmeiras neste ano

Walter defendeu um pênalti de Scarpa no clássico (Bruno Ulivieri/AGIF)

A grande atuação de Walter no 1 a 1 entre Palmeiras e Corinthians, na noite deste sábado, deve ter sido dolorosa para os dirigentes alviverdes. É que, meses atrás, o Palmeiras procurou o staff do goleiro para tentar assinar um pré-contrato, de olho na possibilidade de fechar com ele de graça para 2020.

SIGA O YAHOO ESPORTES NO INSTAGRAM

O vínculo de Walter terminaria em dezembro e, na oportunidade, o Corinthians já havia avisado que não o manteria. Mas, ao tomar conhecimento da vontade do grande rival em contratar o goleiro, a diretoria corintiana mudou de ideia e ofereceu um novo contrato até dezembro de 2021.

Leia também:

O martelo foi batido e em 16 de julho, quando ele já estava livre para assinar um pré-contrato com qualquer interessado, Walter teve a extensão de seu vínculo anunciada pelo Corinthians.

E essa não foi a primeira vez que Walter teve a chance de trocar o Corinthians por outro grande da cidade. O São Paulo tentou pelo menos duas vezes contratá-lo. Em uma delas, o goleiro chegou a receber a permissão alvinegra para seguir as negociações. Mas ele optou por ficar.

Walter parece não se importar com a condição de reserva de Cássio, apesar de já estar com 31 anos de idade. A ótima relação com o titular e seu salário, na casa dos R$ 250 mil por mês - excelente para um goleiro reserva -, ajudam a explicar a opção de Walter por seguir no Parque São Jorge.

O clássico contra o Palmeiras, em que ele pegou um pênalti, foi apenas seu nono jogo em 2019. Na temporada anterior, ele havia disputado 13 partidas, contra uma única aparição em 2017.

Veja mais de Jorge Nicola no Yahoo Esportes

Siga o Yahoo Esportes

Twitter | Flipboard | Facebook | Spotify | iTunes | Playerhunter