Memorial em homenagem às vítimas da Covid-19 é inaugurado no Complexo da Maté

·1 min de leitura

Nesta segunda-feira, quando o Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, referência em Covid-19, dará alta ao último paciente com a doença, a ONG Redes da Maré lança, às 10h, um memorial em homenagem às vítimas da doença. Um painel de azulejos com mais de nove metros quadrados traz os nomes de mais de 60 moradores do Complexo da Maré que perderam suas vidas para o coronavírus.

O painel de azulejos é uma iniciativa em parceria com a arquiteta Laura Taves e homenageia moradores do conjunto de 16 favelas da Maré, dando visibilidade às suas histórias e tendo a arte como ferramenta.

Os nomes dessas vitimas foram mapeados por meio de um trabalho integrado entre as equipes sociais do Eixo Direito à Segurança Pública e Acesso à Justiça, à frente de Isolamento Seguro do Projeto Conexão Saúde e o programa integrado de segurança alimentar, acesso à educação e saúde, Impacto de Vida, que promovem também um acolhimento e atendimento psicossocial para os familiares dessas moradoras e moradores.

A obra está instalada na Rua Bittencourt Sampaio e será inaugurado com um momento de troca entre os familiares que participaram da construção deste processo.

A Redes da Maré nasceu da mobilização comunitária a partir dos anos 80, nas favelas da Maré. Formalizada em 2007, tem como missão tecer as redes necessárias para efetivar os direitos da população das 16 comunidades que integram o complexo e onde residem em torno de 140 mil pessoas. Em seus projetos sociais, beneficia diretamente mais de 4.500 moradores, além de seus familiares e vizinhos.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos