Criança de 8 anos morre com tiro de fuzil pelas costas no Complexo do Alemão

Ágatha Félix, de 8 anos: morta com tiro de fuzil da PM. Foto: Reprodução

RESUMO DA NOTÍCIA

  • Ágatha estava dentro de uma Kombi no momento em que foi baleada e foi levada ao hospital, mas não resistiu.

  • Moradores afirmam que tiros partiram de PMs de unidade pacificadora; PM diz ter aberto apuração interna.

Morreu na madrugada deste sábado (21), no Rio, a menina Ágatha Félix, de 8 anos. Ela não resistiu aos ferimentos após ser atingida nas costas por um tiro de fuzil ontem à noite na Fazendinha, no Complexo do Alemão, zona norte do Rio.

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO INSTAGRAM

SIGA O YAHOO NOTÍCIAS NO FLIPBOARD

De acordo com o jornal O Globo, a menina estava dentro de uma Kombi quando foi baleada. Ela chegou a ser levada ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, onde morreu.

Leia também

Ao jornal, o avô materno de Ágatha, que se identificou como Ailton Félix, desabafou, consternado: “Quem tem que dar informações é quem deu o tiro nela. Matou uma inocente, uma garota inteligente, estudiosa, obediente, de futuro. Cadê os policiais que fizeram isso? A voz deles é a arma. Não é a família do governador ou do prefeito ou dos policiais que estão chorando, é a minha. Amanhã eles vão pedir desculpas, mas isso não vai trazer minha neta de volta”, disse.

Identificada como Vanessa, a mãe da menina teve que sair do hospital amparada em cadeiras de rodas, após ter passado mal ao saber da morte da filha.

O autor do disparo, de acordo com moradores do bairro, seriam policiais militares da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade. Eles teriam suspeitado de um motociclista que passava no local e atirado.

Segundo o portal G1, a criança estava dentro de uma kombi com o avó, quando foi baleada nas costas. Hoje, por volta das 10h, moradores do Alemão protestavam nas ruas da comunidade contra o assassinato da criança.

A PM do Rio informou, por meio de nota, que a Coordenadoria de Polícia Pacificadora vai abrir um procedimento apuratório para verificar as circunstâncias do fato.

Confira a nota da PM, na íntegra:

"A Assessoria de Imprensa da Secretaria de Estado de Polícia Militar informa que, por volta das 22h desta sexta-feira, 20/09, equipes policiais da UPP Fazendinha, que estavam baseadas na esquina da Rua Antônio Austragésilo com a Rua Nossa Senhora, foram atacadas de várias localidades da comunidade de forma simultânea. Os policiais revidaram.

Após o confronto, não foi encontrado feridos na varredura do local. Na sequência, os policias foram informados por populares que um morador teria sido ferido na localidade conhecida como “Estofador”. Uma equipe da UPP se deslocou até o Hospital Getúlio Vargas e confirmou a entrada de uma criança de 8 anos ferida por disparo de arma de fogo.

A Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) irá abrir um procedimento apuratório para verificar todas as circunstâncias da ação."