Menina de 2 anos passa por cirurgia após colar olho com supercola no DF

Menina passou por cirurgia após acidente - Foto: Getty Images
Menina passou por cirurgia após acidente - Foto: Getty Images
  • Menina foi submetida a cirurgia após passar supercola no próprio olho em Ceilândia-DF

  • A garota estava brincando quando aconteceu o acidente

  • Foram muitas tentativas de atendimento correto, até finalmente acontecer a operação

Uma garota de apenas 2 anos precisou ser hospitalizada e submetida a cirurgia após passar uma supercola no próprio olho enquanto brincava em casa na semana passada em Ceilândia, Distrito Federal.

Identificada como Sofia Gabriele, a criança brincava em casa na última quinta-feira (16) quando alcançou o tubo de cola e o espremeu, derramando o líquido nas próprias mãos.

Na ânsia de livrar-se da supercola, ela esfregou a mão contra o rosto, o que fez com que o líquido atingisse os cílios e grudasse o olho fechado.

Imediatamente, a família contatou o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que sugeriu que buscassem o Hospital de Base do Distrito Federal. Lá, porém, a família ouviu uma médica dizer que “não tinha o que fazer”.

Nos dias seguintes, Sofia foi encaminhada em outras duas oportunidades ao Hospital de Base, além de uma ao Hospital Regional da Asa Norte (Hran), mas não houve solução.

Nestes locais, ela teria recebido a aplicação de uma pomada, além da indicação para que sua mãe passasse refrigerante em seus olhos. Houve, ainda, uma enfermeira que sugeriu que a criança fosse amarrada para que os cílios pudessem ser cortados.

Problema finalmente solucionado

Somente após muitas tentativas, Sofia finalmente recebeu o atendimento indicado no Hospital de Base. Após acordar com dor e o olho ainda grudado nesta terça, a menina foi novamente levada ao centro médico.

Apesar do temor da família sobre possíveis sequelas, a garota foi submetida a cirurgia e recebeu alta momentos mais tarde.

“Estou muito aliviada e super feliz com o resultado. Era uma cirurgia bem simples e rápida, realmente nós não entendemos o motivo de terem demorado tanto para fazer. Se ficasse mais tempo com cola no olho, não sabemos o tamanho das consequências para a Sofia”, disse a mãe da criança, Naiane, segundo o portal Metrópoles.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos