Menina diagnosticada com alopecia aos 4 anos faz sucesso em perfil com mensagens de autoestima

A americana Hailey Decker tinha apenas 4 anos quando começou a perder o cabelo, depois de ser diagnosticada com alopecia. A doença faz com que o sistema imunológico ataque os folículos capilares e virou um dos assuntos mais comentados na última edição do Oscar, quando o apresentador da cerimônia, Chris Rock, fez uma piada sobre a aparência da mulher de Will Smith, Jada Pinkett.

Quando seu cabelo caiu por completo, a pequena Hailey, hoje com 8 anos, sentiu o impacto da doença. Por outro lado, não permitiu que o quadro afetasse seu desenvolvimento e autoestima, como mostra em seu perfil no Instagram, @haileydailey, onde já reúne mais de dez mil seguidores.

No perfil, abastecido pela mãe da menina, um texto conta um pouco da trajetória da garotinha. "Infelizmente às vezes sentimos que não é justo passarmos pelo que estamos passando, como a minha mãe sentiu que não era justo para mim, a sua menina perfeita de 4 anos, perder todo o cabelo, as sobrancelhas e os cílios", diz o relato.

O relato lembra que tudo se torna ainda mais difícil em uma sociedade "que atribui muita ênfase ao cabelo de uma mulher, especialmente, das mulheres negras". "Mesmo com todos os pensamentos desespero que o inimigo tenta plantar na sua mente, você precisa reunir toda a sua fé, esperança, confiança e poder", afirma a publicação.

Em meio a mensagens como essa, Hailey desfila bom-humor e alegria, com vídeos e fotos em que aparece aproveitando a vida. Ela também adora posar com looks coloridos e cheios de charme, além de mergulhar nas referências que celebram a sua ancestralidade.