Menina foi estuprada pelo mesmo parente que também abusou da mãe dela, em Curitiba

·1 minuto de leitura

Um homem de 60 anos foi preso em Curitiba por estupro de vulnerável. A vítima foi identificada como a sobrinha neta dele, de 11 anos. Aos policiais, a mãe da menina declarou ter sofrido abuso sexual quando ela própria era criança, quando tinha entre 8 e 10 anos.

Segundo a Polícia Civil do Paraná, a prisão foi efetuada na última sexta-feira, dia 17. A sobrinha neta do suspeito estaria sofrendo o crime desde 2019. Ela passou a morar na casa dele e da tia-avó após seus pais se separarem.

Naquela mesma semana, outro suspeito por estupro de vulnerável, de 40 anos, foi preso. Desta vez o investigado foi acusado de abusar sexualmente da própria filha, da enteada e da vizinha, também criança, de 9 anos. Ele foi localizado no dia 15 na PR-280, em Pato Branco, enquanto ia para o município de Palmas. Os crimes teriam ocorrido dentro da casa do indivíduo, em Ponta Grossa, e só foram descobertos após a tentativa de estupro contra a menina que mora nos arredores.

No sábado, dia 18, foi a vez de um homem de 25 anos ser preso por divulgar pornografia infantil na internet. Ele estava em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba. Seus celulares e notebooks foram apreendidos. Segundo os investigadores, o suspeito entrava em contato com prostitutas e perguntava se elas aceitariam fazer o programa com ele e crianças. A apuração do caso continua.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos