Menina de quatro anos resgatada com vida 91 horas depois do terremoto na Turquia

·1 minuto de leitura
Equipes de resgate retiram a menina Ayda Gezgin, de 4 anos, dos escombros de edifíco em Izmir 91 horas depois do terremoto
Equipes de resgate retiram a menina Ayda Gezgin, de 4 anos, dos escombros de edifíco em Izmir 91 horas depois do terremoto

Uma menina de quatro anos soterrada sob os escombros foi resgatada com vida nesta terça-feira no oeste da Turquia, quatro dias depois de um violento terremoto que deixou mais de 100 mortos na região, informou o prefeito da cidade de Izmir.

"Assistimos um milagre 91 horas depois. As equipes de resgate recuperaram com vida Ayda, de quatro anos", anunciou o prefeito, Tunc Soyer, no Twitter. 

A menina foi retirada dos escombros entre aplausos, no distrito de Bayrakli, o mais afetado pelo terremoto da sexta-feira passada.

"Neste período de sofrimento, também tivemos este momento de felicidade", afirmou o prefeito.

Protegida por uma manta de sobrevivência alumínio, a pequena Ayda Gezgin foi levada de maca até um hospital pelas equipes da Agência de Gestão Emergências e Desastres (AFAD).

Na segunda-feira, as equipes de emergência conseguiram resgatar com vida duas meninas, de três e 14 anos, dos escombros de dois edifícios que desabaram na província de Izmir.

O balanço do tremor subiu para 102 mortos, anunciou a AFAD.

O terremoto de 7 graus também deixou 994 feridos e 147 pessoas continuam hospitalizadas, de acordo com a agência governamental.

As equipes de emergência continuam procurando sobreviventes nos escombros de cinco edifícios.

O tremor aconteceu na sexta-feira à tarde no Mar Egeu, ao sudoeste de Izmir, a terceira maior cidade da Turquia, e perto da ilha grega de Samos.

Além das vítimas fatais na Turquia, o terremoto também provocou duas mortes em Samos.

lsb-raz/ezz/jhd/es/bl/fp