Menor indiana vítima de tentativa de estupro morre ao cair de um ônibus

Indianas protestam contra violência contra as mulheres

Uma adolescente indiana de 16 anos morreu ao cair do ônibus em que viajava, supostamente depois que o motorista e outros homens tentaram estuprá-la e a empurraram para fora do veículo, segundo a imprensa local.

A polícia informou que a menina viajava com sua mãe no ônibus, em um povoado do distrito de Moga, no estado de Punjab (norte), quando o motorista e dois passageiros a assediaram, informou a agência Press Trust of India (PTI).

"Depois foram empurradas e jogadas para fora do ônibus em movimento pelos acusados", informou o superintendente da polícia do distrito de Moga, H.S. Pannu.

A agência informou que o motorista e um dos homens foram presos e o terceiro estava sendo procurado.

Este incidente é o último de uma série de ataques a mulheres que desatou a indignação no país e lembra outro episódio em que um grupo de homens estuprou uma estudante de fisioterapia em um ônibus em Nova Délhi.

A moça de 23 anos morreu por causa dos ferimentos, dando início a um intenso debate sobre crimes sexuais e semanas de protestos.

Neste último caso, a TV exibiu imagens da mãe da vítima recuperando-se na cama do hospital, enquanto que, no lado de fora, manifestantes exigiam ações contra os motoristas de ônibus.

"Eles ficaram abusando da gente. Ninguém ajudou. Depois nos jogaram para fora do ônibus", explicou a mãe da vítima ao canal NDTV news.