Menos de um a cada quatro japoneses apoiam a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio, aponta pesquisa

·2 minuto de leitura

Se a escolha coubesse aos japoneses, os Jogos Olímpicos de Tóquio não seriam realizados entre 23 de julho e 8 de agosto de 2021. É o que aponta uma pesquisa realizada em todo o país pela agência de notícias local Kyodo. O resultado aponta que apenas 23,9% dos entrevistados são favoráveis a realização do evento. Ou seja: menos do que um a cada quatro habitantes.

Os outros 76,1% se dividem da seguinte maneira: enquanto 36,4% acreditam que os Jogos deveriam ser adiados, outros 33,7% entendem que o melhor caminho é o cancelamento desta edição.

O resultado mostra que o evento perde popularidade entre os japoneses. Uma pesquisa similar realizada em junho mostrava que pouco mais da metade era contra a realização da Olímpiada. Agora, já são pouco mais que três quartos da população.

Entre os que se mostraram contrários aos Jogos de Tóquio, o motivo mais votado (75,3%) é a crença de que a pandemia de Covid-19 não estará controlada até julho de 2021. As outras razões apontadas são a opinião de que o governo deveria focar mais no combate ao coronavírus do que na organização do evento (12,7%) e a insatisfação com os custos adicionais (5,9%).

Outro dado da pesquisa mostra como já não há mais entusiasmo com o evento entre os habitantes do país-sede. Para 44,1%, as competições devem ser realizadas com os portões fechados ou com número limitado de espectadores.

Vale lembrar que o presidente do Comitê Olímpico Internacional Thomas Bach já afirmou que um novo adiamento do evento está fora dos planos. Caso o cenário da pandemia impeça a realização do evento na nova data, o cancelamento é o caminho mais provável. O Comitê Organizador de Tóquio, por sua vez vez, prometeu uma versão simplificada do evento justamente para adequá-lo à nova realidade.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos