Mensagens falsas sobre Dom e Bruno circulam nas redes sociais

Protesto em pedido de justiça pelas mortes do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira, em Brasília, em 19 de junho de 2022 (Foto: AFP)
Protesto em pedido de justiça pelas mortes do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira, em Brasília, em 19 de junho de 2022 (Foto: AFP)
  • Após confirmação da morte de Bruno Pereira e Dom Phillips, informações sobre eles circulam nas redes

  • Mensagens alegam que Bruno e Dom entraram no Vale do Javari sem autorização e que o jornalista era financiado por Bill Gates

  • Publicações, no entanto, espalham informações falsas

Mensagens sobre Bruno Pereira e Dom Phillips circulam nas redes sociais com centenas de interações afirmando que ambos entraram no Vale do Javari sem autorização. Além disso, segundo a publicação, Bruno Araújo teria sido exonerado da Funai (Fundação Nacional do Índio) por "condutas extremistas e incorretas" e Dom Phillips trabalharia para uma fundação financiada por Bill Gates.

O jornalista britânico e o indigenista brasileiro foram assassinados no Amazonas depois de terem desaparecido no dia 5 de junho entre a comunidade Ribeirinha São Rafael e a cidade Atalaia do Norte.

As informações virais, no entanto, são falsas. Confira a apuração da reportagem do Yahoo! Notícias.

Captura de tela de uma mensagem que circula com alegações sobre Bruno Pereira e Dom Phillips (Foto: Facebook / Reprodução)
Captura de tela de uma mensagem que circula com alegações sobre Bruno Pereira e Dom Phillips (Foto: Facebook / Reprodução)

Saída de Bruno Pereira da Funai

"Bruno Araújo Pereira é ex-funcionário da FUNAI, exonerado em 2019 por condutas extremistas e incorretas ao cargo".

Trecho de mensagem falsa que circula sobre Bruno Pereira e Dom Phillips

Informações amplamente veiculadas na imprensa contrariam a informação viralizada.

Bruno Pereira era servidor de carreira da Funai, mas pediu licença do órgão após ter sido exonerado do cargo de Coordenação Geral de Índios Isolados e Recém-Contatados. A exoneração ocorreu sem motivos técnicos aparentes.

De acordo com colegas de Bruno, o indigenista se licenciou por estar insatisfeito com a dificuldade de atuação na Funai, passando então a colaborar diretamente com a Univaja (União dos Povos Indígenas do Vale do Javari).

Entrada no Vale do Javari

"[Bruno Araújo] Entrou na área de reserva do Javari com o repórter inglês, sem autorização da Funai e dos órgãos competentes".

Trecho de mensagem falsa que circula sobre Bruno Pereira e Dom Phillips

A informação de que Bruno e Dom não tinham autorização da Funai para entrar na Terra Indígena Vale do Javari chegou a ser divulgada pelo presidente da Funai, mas foi desmentida pela Univaja.

Em nota, a instituição explicou que Bruno Pereira obteve, sim, uma autorização da Funai que o permitia estar na região até 30 de maio. Além disso, Dom Phillips não teria sido mencionado na autorização, uma vez que ele não esteve na região. Bruno e Dom se encontraram depois do dia 30 em Atalaia do Norte, fora dos limites da terra indígena.

As informações também foram confirmadas a partir de documentos obtidos pelo Jornal Nacional. A justiça chegou a proibir a Funai de reproduzir a informação falsa sobre a suposta falta de autorização da dupla.

Membro da APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil) segura um cartaz com imagens do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira em manifestação em Bruxelas, na Bélgica em 16 de junho de 2022 (Foto: Reuters / Johanna Geron)
Membro da APIB (Articulação dos Povos Indígenas do Brasil) segura um cartaz com imagens do jornalista britânico Dom Phillips e do indigenista brasileiro Bruno Pereira em manifestação em Bruxelas, na Bélgica em 16 de junho de 2022 (Foto: Reuters / Johanna Geron)

Dom Phillips e Bill Gates

"Já o inglês Dom Philips [...] trabalha para uma "Fundação Internacional de Jornalistas Engajados", chamada Fundação Alicia Patterson. Procurem no site. Buscando quem financia estas reportagens, quem oferece bolsas, etc ..eis que encontrei.. ele mesmo: Bill Gates e outros gigantes que querem controlar a mídia e o mundo".

Trecho de mensagem falsa que circula sobre Bruno Pereira e Dom Phillips

Uma busca no Google pelo nome "Fundação Internacional de Jornalistas Engajados", instituição a qual usuários alegam que Dom Phillips fazia parte, não obteve resultados de sites ou páginas nas redes sociais relacionados à suposta fundação.

À reportagem do Yahoo! Notícias, a diretora executiva da APF (Fundação Alicia Patterson), Margaret Engel, explicou que a maior parte das alegações são falsas.

Não há qualquer relação da APF com a "Fundação Internacional de Jornalistas Engajados" nem com Bill Gates, ela afirmou.

Quanto à relação de Dom Phillips com a APF, ela explicou que o jornalista era um "estimado membro da Fundação Alicia Patterson". A instituição, que existe desde 1965, concede bolsas e apoia a jornalistas engajados em trabalhos investigativos e independentes.

A Fundação Bill Gates informou ao Yahoo que as alegações são falsas. Além disso, não foram encontrados resultados sobre uma suposta conexão de Bill Gates com Dom Phillips nem com a Fundação Alicia Patterson.

Desaparecimento de Dom e Bruno: tudo o que você precisa saber

Conteúdo semelhante foi verificado pelo Fato ou Fake.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos