Mercado global de PCs deve se recuperar no final de 2023

BENGALURU, Índia (Reuters) - As vendas globais de computadores pessoais devem subir a partir do final de 2023, com um novo ciclo de atualizações de sistemas provavelmente acelerando o crescimento no próximo ano, de acordo com as empresas de pesquisa IDC e Canalys.

"O segmento comercial tem vários impulsionadores para o crescimento, incluindo a aproximação do fim do suporte para o Windows 10 e um ciclo de atualização em desenvolvimento”, disseram analistas da IDC.

A recuperação será reforçada por um aumento na demanda por educação nos principais mercados, à medida que os dispositivos implantados durante o pico da pandemia nos mercados desenvolvidos chegam ao fim de seu ciclo de vida, de acordo com o analista da Canalys, Ishan Dutt.

“Esperamos que as compras adiadas comecem a impulsionar o mercado no final de 2023, com impulso em 2024”, disse Dutt.

A indústria de chips também deve se recuperar no final do primeiro semestre deste ano, após a queda na demanda por eletrônicos no ano passado, quando a inflação em alta levou consumidores a adiarem gastos.

As vendas de PCs caíram 16,5%, para 292,3 milhões de unidades, em 2022, disse a IDC. As vendas do quarto trimestre caíram 28,1% sobre um ano antes.

A fabricante de PCs HP Inc viu as vendas caírem cerca de 25% no ano passado, seguida pela Lenovo Group e Dell Technologies, de acordo com a IDC. A Apple foi a única grande fabricante de PCs que viu suas vendas crescerem em 2022, disse a IDC.