Mercado ilegal de oxigênio na Índia lucra com 'explosão' de Covid-19

Marcus Couto
·1 minuto de leitura
Covid-19 na Índia. (Foto: AP Photo/Rajesh Kumar Singh)
Covid-19 na Índia. (Foto: AP Photo/Rajesh Kumar Singh)
  • Demanda por oxigênio disparou na Índia.

  • País vive um aumento nos casos de Covid-19.

  • Cilindros chegam a ser vendidos em redes sociais.

Vendedores de cilindros de oxigênio no mercado paralelo ilegal na Índia têm lucrado com o aumento dos casos de Covid-19 no país.

Leia também:

Pacientes em estados mais graves precisam de suplementação de oxigênio, o que faz que a demanda aumente – como se viu em cidades brasileiras, nos últimos meses. Acontece que muitos hospitais já sofrem com a falta desse item essencial no tratamento, e as famílias se vêem obrigadas a recorrer ao mercado paralelo, onde o preço do cilindro disparou.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Há até anúncios de venda de oxigênio sendo feitos em redes sociais, segundo reportagem do jornal Indian Express.

Alguns cilindros chegam a ser negociados por R$ 3,2 mil a unidade.

Covid-19 na Índia

Atualmente, a Índia contabiliza mais de 16.3 milhões de casos confirmados de COVID-19, a doença causada pelo novo coronavírus. São 13,6 milhões recuperados, e 187 mil mortos até o momento, segundo dados compilados pelo Google.

A Índia é o segundo país mais populoso do mundo, com uma população de mais de 1.3 bilhões de pessoas, segundo dados de 2019.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube