Mercado Livre recebe licença do BC para atuar como instituição financeira

Extra
·1 minuto de leitura

BRASÍLIA – O Banco Central (BC) concedeu nesta segunda-feira autorização ao Mercado Livre para atuar como instituição financeira, por meio da companhia Mercado Crédito Sociedade de Crédito, Financiamento e Investimento, com sede em São Paulo e capital social de R$ 40 milhões.

Este não é o primeiro movimento do gigante argentino do comércio eletrônico no mercado financeiro do país. Em 2018, o Mercado Pago, também pertencente ao Mercado Livre, conseguiu autorização do BC para atuar como instituição de pagamento.

Em comunicado, o vice-presidente do Mercado Pago, Tulio Oliveira, afirmou que a nova autorização permite ao grupo maior autonomia para formular produtos e serviços financeiros e de crédito.

“Além disso, poderá acessar fontes de financiamento diferentes, que complementarão a estratégia de funding da companhia", afirmou Oliveira.

Na semana passada, a companhia divulgou os resultados do terceiro trimestre do ano, com lucro líquido de US$ 15 milhões. Com a expansão do comércio eletrônico durante a pandemia, a companhia se tornou a mais valiosa da América Latina.

Para agilizar a logística, a empresa inaugurou seu terceiro centro de distruibuição no país, em Lauro de Freitas, na Bahia.