Mercado Pago anuncia estreia no metaverso

Mercado Pago anunciou que acaba de entrar no metaverso e lançar uma loja oficial no Inverso, servidor de GTA Role Play (Getty Creative)
Mercado Pago anunciou que acaba de entrar no metaverso e lançar uma loja oficial no Inverso, servidor de GTA Role Play (Getty Creative)
  • Mercado Pago anunciou sua entrada no metaverso;

  • Gamers terão acesso a atendimento personalizado caso precisem de orientação em sua jornada de compra;

  • Cidade do Inverso contará com um elemento inédito, a Central de Atendimento, que auxiliará os jogadores a baixar o app do Mercado Pago na vida real.

O Mercado Pago anunciou que acaba de entrar no metaverso e lançar uma loja oficial no Inverso, servidor de GTA Role Play.

Segundo informações do portal E-Commerce Brasil, "os jogadores já podem comprar suas skins de agentes, além de grafites, adesivos, equipamentos para o jogo e uma caixa com uma skin surpresa por meio do checkout do Mercado Pago. Além disso, os gamers terão acesso a atendimento personalizado caso precisem de orientação em sua jornada de compra ou se quiserem conhecer o portfólio completo de serviços financeiros do banco digital".

A reportagem explica também que a cidade do Inverso contará com um elemento inédito, a Central de Atendimento, "que auxiliará os jogadores a baixar o app do Mercado Pago na vida real para que conheçam o portfólio completo de produtos e serviços financeiros do banco digital".

Como funciona o metaverso?

O metaverso tem como objetivo criar uma espécie de internet tridimensional que permite a interação por meio de avatares, recriando as interações do mundo real. Tecnologias como realidade aumentada, criptomoedas e redes sociais atuariam de forma integrada neste universo utópico.

A ideia é que através dessas faces digitais os usuários podem trabalhar, realizar reuniões com amigos, fazer compras, estudar e viver inúmeras experiências que antes só eram possíveis em encontros presenciais.

No mundo virtual, os tokens não fungíveis, conhecidos como NFTs, são usados para provar a propriedade de itens digitais, concedendo acesso a diferentes plataformas. Com essa tecnologia é possivel fazer diferentes transações no mundo virtual.

Apesar da potencialidade de mudar as interações online, o metaverso deverá ser apenas um complemento para a internet, não um substituto. A previsão é que ele evolua conforme os avanços tecnológicos ganhem mais adeptos.

Para que a mudança tecnológica ocorra, é necessário que mais pessoas tenha acesso a plataformas compatíveis e que os sinais de acesso sejam melhorados. O 4G, por exemplo, não é capaz de lidar com o fluxo de dados dessas interações.