Mercado prevê inflação acima dos 10% este ano e crescimento menor para 2021 e 2022

·1 min de leitura

RIO — O mercado elevou as estimativas para a inflação ao final deste ano para o patamar de 10,12%, na 33ª revisão consecutiva para cima. Para o término de 2022, a estimativa avançou de 4,79% para 4,96%. É o que mostra o Boletim Focus, relatório semanal divulgado pelo Banco Central (BC).

No caso da inflação, o número deste ano já é muito superior ao do teto da meta do governo, que é de 5,25%. E o patamar de 2022 fica cada vez mais próximo do teto da meta de 5%.

Queda do PIB

Os analistas do mercado voltaram a prever queda do crescimento da economia brasileira para este e para o próximo ano. Ao final de 2021, a estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) caiu de 4,88% para 4,80%., sexta revisão consecutiva para baixo.

Fed: Joe Biden mantém Jerome Powell como presidente

E ao término de 2022, houve queda de 0,93 para 0,70%.

Selic e dólar

Em relação à taxa básica de juros, a expectativa para o final deste ano se manteve em 9,25%. Para 2022, a estimativa avançou de 11% para 11,25%.

As projeções para o dólar ao final deste ano e do próximo ano mantiveram-se inalteradas em R$ 5,50.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos