Mercados limitam venda de alimentos e itens de higiene para evitar desabastecimento

Letycia Cardoso
Mercados limitam compra de itens de higiene pessoal e alimentos básicos

A fim de evitar que os mercados fiquem desabastecidos, depois da corrida para estocar alimentos por causa do coronavírus, algumas redes decidiram limitar a quantidade de itens vendidos para cada consumidor.

O Pão de Açúcar e o Extra, supermercados do mesmo grupo, informaram que produtos de higiene pessoal e limpeza, além de produtos de necessidade básica, como arroz, água, leite e massas só poderão ser adquiridos de forma limitada a cada compra. A iniciativa está válida para todas as lojas das redes e em todo o Brasil por tempo indeterminado.

Ainda destacaram que estão atuando junto a toda cadeia de valor para manter a agilidade do abastecimento, trabalhando na máxima capacidade para que os clientes possam comprar o que precisar, quando quiserem e pelo canal que escolherem.

O Pão de Açúcar ainda vai contar, a partir desta quarta-feira (18), com um horário de atendimento exclusivo para clientes com mais de 60 anos, das 6h às 7h, durante todos os dias da semana. A medida é válida para as lojas do formato, com exceção de unidades dentro de shoppings centers.

A redes Hortifruti e o Guanabara informaram que não se enquadram na questão da limitação da quantidade de produtos. O Prezunic e o Mundial não se pronunciaram a respeito da medida.

Envie denúncias, informações, vídeos e imagens para o WhatsApp do Extra (21 99644 1263).