Mercedes-Benz vende fábrica em São Paulo para chinesa Great Wall Motor

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO - A Mercedes-Benz, do Grupo Daimler, confirmou nesta quarta-feira que vendeu sua fábrica de automóveis premium de Iracemápolis, em São Paulo, para a chinesa Great Wall Motors, com antecipado pelo GLOBO.

A transação, cujo valor não foi divulgado, atende a estratégia da Mercedes de otimizar sua rede de produção, em meio à transformação da companhia rumo à eletrificação e digitalização.

A fabricante de veículos chinesa vai adquirir o terreno de 1,2 milhão de metros quadrados, juntamente com todos os prédios e os equipamentos de produção. De acordo com a GWM, a unidade terá capacidade anual de produção de 100 mil veículos.

A Mercedes afirmou que todos os proprietários de automóveis premium da marca Mercedes-Benz no Brasil continuarão a ser atendidos pelas mais de 50 concessionárias em todo o país.

Apesar da venda da fábrica de Iracemápolis, o Grupo Daimler disse que continua comprometido com o Brasil, com presença com suas unidades de São Bernardo do Campo (caminhões, chassis de ônibus e agregados) e Campinas (Peças e Serviços ao Cliente, Reman e Global Trainning), em São Paulo; além da unidade de Juiz de Fora (cabinas de caminhões), em Minas Gerais.

O Campo de Provas da Mercedes-Benz e o Centro de Testes, que está sendo construído em parceria com a Bosch, ambos em Iracemápolis, não foram incluídos no negócio com a chinesa.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos