Mergulhador encontra iPhone funcionando depois de 6 meses em lago

Redação Finanças
·2 minuto de leitura
Mergulhador encontra iPhone 11 funcionando depois de 6 meses no fundo de lado
O mergulhador Clayton Helkenber com iPhone achado no fundo de lago no Canadá

Em mais um dia de limpeza e busca por itens perdidos no fundo do Lago Harrison, na cidade de Chilliwack, no Canadá, o mergulhador Clayton Helkenberg e a esposa Heather tinham um dia comum e acharam mais um celular (só em 2020, foram 26 encontrados). A surpresa foi quando, ao limpar o iPhone 11 e colocá-lo em sílica para secar, ele ligou. E foi então que o casal descobriu que o aparelho estava "nadando" havia seis meses.

Leia também: 

Fatemeh Ghodsi, a dona do celular, levou um susto quando recebeu uma mensagem informando que o iPhone que deixou cair na água em setembro de 2020 foi encontrado em março de 2021. E funcionando. Fotos recuperadas no telefone mostram momentos antes de ela derrubar o aparelho.

“Eu estava em uma situação em que perdi o equilíbrio e o deixei cair na água", disse Fatemeh em entrevista à CBC. Ela conta que, no início, achou que fosse uma brincadeira dos amigos, mas depois entendeu que era real e foi até Chilliwack. Helkenberg tirou o cartão SIM e o colocou em outro celular para entrar em contato com a jovem.

Segundo a dona do aparelho, apesar de o microfone não funcionar mais e alto-falante parecer estranho, o restante do aparelho está em perfeitas condições. A saúde da bateria, por exemplo, está em 96%. "Eu estava em choque total, no começo. Era como se um telefone zumbi voltasse para mim, porque eu estava totalmente em paz com a perda dele", disse.

Mergulhador youtuber

Helkenberg já mergulhava antes e fazia limpeza do lago, mas foi no início de 2020 que ele intensificou a prática e a busca por itens perdidos. Assim, criou um canal no YouTube para dividir as experiências. Ele criou até começou um canal no YouTube para documentar suas descobertas.

No ano passado, ele encontrou mais de cem pares de óculos de sol, 26 celulares e duas câmeras GoPro. Este ano, ele já contabilizou 35 pares de óculos de sol, cinco telefones e uma GoPro.