Merkel exalta o candidato de seu partido para sucedê-la

·1 minuto de leitura
Armin Laschet em entrevista coletiva após visitar a cidade inundada de Bad Muenstereifel, na Renânia do Norte Westfalia, em 20 de julho de 2021

A chanceler alemã Angela Merkel elogiou, neste sábado (21), a trajetória e os valores de Armin Laschet, o líder e candidato de seu partido para substituí-la no poder após as eleições legislativas de setembro.

"Sempre foi importante para ele colocar a dignidade individual e inalienável no centro de tudo", disse durante um ato de campanha em Berlim.

"Estou profundamente convencida de que é justamente com esta atitude que servirá aos alemãs como chanceler", acrescentou a líder conservadora, que encerrará seus 16 anos no poder.

Este apoio chega em um momento delicado para o candidato da União Democrata Cristã (CDU), que perde força nas pesquisas.

Segudo Merkel, Laschet é capaz "de construir pontes entre as pessoas" e para quem "a letra C" de Cristão é a "bússola de tudo o que faz".

A chanceler, cuja popularidade continua marcando níveis recorde na Alemanha, defendeu sua decisão de se manter, até agora, à margem da campanha eleitoral.

As autoridades políticas "que encerram seu trabalho devem se abster" de se envolver em uma campanha.

"É minha atitude e minha profunda convicção", insistiu durante este ato com quase 100 espectadores, entre eles seu próprio sucessor na CDU.

O partido conservador e seu irmão bávaro, o CSU, contam com uma intenção de voto de 22%-23%, contra cerca de 30% há algumas semanas.

A queda é vertiginosa desde o início do ano, quando tinha 36%.

Agora, os conservadores estão pouco acima dos social-democratas do SPD, também pouco à frente dos Verdes.

yap/dbh/me/aa

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos