Merkel pede a não vacinados na Alemanha que reconsiderem

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

BERLIM (Reuters) - A chanceler alemã, Angela Merkel, pediu às pessoas não vacinadas que reconsiderem sua decisão em mensagem por vídeo neste sábado, no momento em que a taxa de incidência de sete dias do coronavírus no país subiu para o nível mais alto desde que a pandemia começou.

"Temos semanas difíceis à frente, e vocês podem ver que estou muito preocupada", disse Merkel em seu podcast semanal por vídeo. "Eu peço urgentemente a todos que ainda não foram vacinados: por favor, reconsiderem."

O Exército alemão está se preparando para mobilizar 12 mil soldados até o Natal para ajudar os serviços de saúde sobrecarregados, informou o jornal Spiegel, e fornecerá vacinas de reforço e testes em casas de repouso e hospitais.

O Exército não estava imediatamente disponível para comentar.

(Reportagem de Victoria Waldersee)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos