Merkel quer aumentar restrições na Alemanha por aumento de infecções de covid-19

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
A chanceler alemã Angela Merkel antes de reunião do gabinete em Berlim
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

A chanceler Angela Merkel quer impor novas restrições na Alemanha, como ampliar o uso obrigatório de máscara, para tentar frear o aumento de contágios do novo coronavírus.

Entre as medidas figuram a redução do número de pessoas em reuniões sociais e horários de fechamento para bares e restaurantes, segundo o projeto de acordo negociado pela chanceler e os governantes das 16 regiões alemãs, ao qual a AFP teve acesso.

As restrições entrarão em vigor nas zonas onde a taxa de contágio alcançar 35 casos para cada 100.000 pessoas durante sete dias consecutivos, ao invés de 50 por 100.000, como prevalecia até agora.

As medidas têm como objetivo frear o aumento de novos casos registrado há vários dias.

A Alemanha anunciou nesta quarta-feira 5.132 novos contágios declarados em 24 horas, o que representa o maior aumento em apenas um dia em seis meses, segundo o instituto de vigilância epidemiológica Robert Koch.

As zonas com taxa de contágio superior durante ao menos uma semana a 50 por 100.000 adotarão "sistematicamente" novas restrições, como a limitação de reuniões privadas, segundo o projeto de acordo. O número de pessoas autorizadas em reuniões não foi divulgado.

Para as empresas afetadas por estas medidas, o governo e as regiões prometem ajudas financeiras.

O projeto descreve a luta contra a pandemia como um trabalho de "dimensão histórica".

"Temos atualmente a possibilidade de influenciar positivamente a taxa de contágio na Alemanha. Isto exige uma grande determinação e a vontade da sociedade em seu conjunto", resume o documento.

bur-mat/dac/es/zm/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos