Mesbla volta ao mercado de varejo agora como marketplace. Entenda

Símbolo da expansão das lojas de departamento no Brasil, a Mesbla ressurgiu após 23 anos fora do mercado, e está de volta ao varejo como marketplace. A plataforma oferecerá aos consumidores aproximadamente 250.000 tipos de produtos, divididos por 250 categorias. Os novos sócios compraram o direito e a licença para utilizar o nome, a marca e a identidade visual no meio digital da loja que em seu auge chegou a ter 180 pontos de venda e depósitos espalhados pelo país, e 28 mil colaboradores.

Entre as categorias de produtos estão eletrodomésticos, itens de informática, móveis, livros, brinquedos, objetos de decoração, entre outros.

De acordo com a nova organização, os sócios Marcel Jeronimo e Ricardo Viana investiram aproximadamente meio milhão de reais para colocarem no ar a plataforma de comércio eletrônico da Mesbla, que irá gerar – direta e indiretamente – 2.500 empregos. A empresa diz que vai atender todas as classes e promete preços competitivos para entrar na briga do varejo digital. Por enquanto, não há planos de expansão e abertura de lojas físicas.

O retorno da marca para o ambiente digital mirou, segundo a empresa, o momento de expansão do e-commerce brasileiro que cresceu 26,9%%, em 2021 na comparação com o ano anterior, aliado a uma marca que tem história, memória e identificação com o público.

“O digital é o modelo de compras do presente. O nosso objetivo principal que é estar na vida de todos como um parceiro, cada vez mais próximos”, comenta Ricardo Viana, sócio da Mesbla.

A estratégia, de acordo com com Viana, foi oferecer um ambiente em que o cliente que encontra produtos diferentes em uma única plataforma, os venderdorem ganham relevância se unindo com a marca e o próprio e-commerce, responsável por gerenciar essas conexões.