Mesmo com dia nublado, praias do Rio têm aglomerações, ausência da máscara e policiamento reforçado

·2 minuto de leitura

RIO — Não foi o tempo nublado deste domingo, dia 5, que impediu cariocas e turistas de frequentarem as praias do Rio. Com pontos de aglomeração e pessoas sem máscaras nas areias do Arpoador e de Ipanema, na Zona Sul, a movimentação no segundo dia do feriadão de Sete de Setembro foi intensa. No calçadão, o policiamento foi ostensivo. Por causa da Operação Verão, agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), da Polícia Militar, do Grupo Aéreo Móvel da Polícia Militar (GAM), com uso de drones, e do projeto Segurança Presente participam da ação.

Foram distribuídas pulseiras de identificação para menores de idade. Para este feriadão, o Rio vai contar com reforço no patrulhamento que mobilizará um efetivo de 2,5 mil homens. O esquema, que faz parte da segunda semana da Operação Verão 2021, começou a valer a partir do último sábado e prossegue até a próxima terça-feira, dia 7.

O autônomo Antônio Valmir, de 52 anos, morador da comunidade do Pavão-Pavãozinho, elogiou a iniciativa.

— Para mim, mudou muito com o policiamento. Antes, tinha muitos arrastões e furtos. Agora me sinto mais seguro.

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), às 12h, os termômetros marcaram 23 graus na orla de Copacabana. Segundo o Alerta Rio, a previsão é de nebulosidade durante todo o dia, sem previsão de chuva.

Drones e helicópteros utilizados para o policiamento

Como ocorreu no fim de semana passado, toda a orla da Região Metropolitana está sendo monitorada por drones e helicópteros. As imagens são transmitidas em tempo real para o carro-comando da Corporação que está baseado no Arpoador. O cronograma divulgado pela Secretaria de Estado de Polícia Milita prevê também o uso de cavalos e cães para dar mais efetividade ao policiamento nas ruas internas de bairros como Copacabana e Barra da Tijuca.

Outras praias, como as do Flamengo, Botafogo e Urca, também terão reforço do policiamento, assim como as orlas de Niterói e das cidades litorâneas do interior do estado, segundo a Polícia Militar.

No último sábado, dia 4, as altas temperaturas levaram banhistas a aproveitar as praias da cidade. Os pontos de maior aglomeração foram Ipanema, na altura do posto 9; e Copacabana, próximo ao Copacabana Palace. Outros locais muito visados como o Arpoador e o Leme também receberam muitos banhistas, mas numa proporção menor. Apesar da lotação nas areias, não foram registrados tumultos e cenas de violência na volta para casa. Durante a manhã, veículos foram rebocadas na orla do Leme, próximo ao posto 1, por estarem estacionadas em local irregular.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos